Abrir menu principal
António Ferrugento Gonçalves
Nome completo António Eduardo de Andrade Ferrugento Gonçalves
Outros nomes Ferrugento Gonçalves
Conhecido(a) por Ter elaborado vários projectos para pontes rodoviárias e ferroviárias
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Engenheiro e ferroviário
Prémios Prémio Brito Camacho
Empregador Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, Administração-Geral das Estradas, Ministério da Agricultura
Cargo Subchefe da Divisão de Via e Obras, director da Secção de Pontes

António Eduardo de Andrade Ferrugento Gonçalves, igualmente conhecido como António Ferrugento Gonçalves, foi um engenheiro e ferroviário português.

BiografiaEditar

Carreira profissionalEditar

Exerceu como engenheiro na Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, onde foi colaborador do engenheiro António Vicente Ferreira, e foi o autor dos projectos para várias obras de elevada importância, como a variante do Rego-Areeiro para a então planeada Estação Central de Lisboa; introduziu, igualmente, na Companhia, o uso de estudos geo-hidrológicos.[1]

Também se distinguiu pelos seus serviços ao Ministério da Agricultura, e na Administração-Geral das Estradas, onde auxiliou na criação do Regulamento de Pontes de 1929, e liderou, até 1935, a Secção de Pontes[1]; colaborou, igualmente, na Gazeta dos Caminhos de Ferro.[2]

Passou à reforma no dia 1 de Janeiro de 1965, tendo prestado 46 anos de serviço na Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.[1]

Prémios e homenagensEditar

Recebeu, em 1953, o prémio Brito Camacho, por ter obtido as melhores classificações no curso de engenharia civil que frequentou, no Instituto Superior Técnico.[2]

Referências

  1. a b c «Eng. António Ferrugento Gonçalves». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 77 (1850). 454 páginas. 16 de Janeiro de 1965 
  2. a b «Eng. António Ferrugento Gonçalves». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 66 (1569). 92 páginas. 1 de Maio de 1953 


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.