Abrir menu principal
António de Ávila Gomes
Nascimento 22 de setembro de 1806
Piedade
Morte 7 de maio de 1901 (94 anos)
Angra do Heroísmo
Cidadania Portugal
Ocupação latifundiário, comerciante, escritor

António de Ávila Gomes (Piedade (Lajes do Pico), 22 de Setembro de 1806Angra do Heroísmo, 7 de Maio de 1901) foi um grande proprietário rural e político. Miguelista na sua juventude, nunca foi entusiasta do regime liberal. No final da vida, tornou-se um dos mais articulados defensores da independência dos Açores na fase final da Primeira Campanha Autonómica. Publicou uma obra de síntese do seu pensamento separatista que parece apelar no fundo ao neocolonialismo de outras potências estrangeiras, como os Estados Unidos da América.

Índice

BiografiaEditar

Foi pai dos comandantes Manuel de Azevedo Gomes e Amaro Justiniano de Azevedo Gomes (ministro na Primeira República Portuguesa) e de Francisco de Azevedo Gomes (sogro de Vitorino Nemésio).

Obras publicadasEditar

  • A Independência Açoriana e seu Fundamento. Angra do Heroísmo, Typ. Minerva da Livraria Religiosa, 1892 (há uma edição fac-similada de 1975).

ReferênciasEditar

  • Gonçalo Nemésio, Azevedos da Ilha do Pico. Lisboa: edição do autor, 1987.

Ligações externasEditar