Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2019). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Este artigo é sobre dois Antipapas Bento XIV do século XV. O Papa Bento XIV é do século XVIII.

Bento XIV foi o nome usado por dois antipapas no século XV.

Bernard GarnierEditar

Bernard Garnier tornou-se antipapa em 1424 e morreu em 1429.

Jean CarrierEditar

Jean Carrier, tornou-se antipapa em 1430 até 1437.

Ambos tiveram o apoio de apenas uma facção muito pequena dentro da Igreja. E ambos se consideravam sucessores de Bento XIII.

Em 1417, o Concílio de Constança resolveu o Cisma, proclamando Martinho V Papa, e pedindo a Bento XIII para resignar. Bento XIII não acatou a decisão dos Cardeais, e refugiou-se em Peníscola, Espanha, com alguns apoiantes.

Morre em 1423, mas um dia antes da morte, nomeia quatro dos seus seguidores Cardeais, para assegurar a sua sucessão. Três desses Cardeais elegeram Clemente VIII como Papa.

Mas o quarto Cardeal também nomeado, Jean Carrier, de Rodez, perto de Toulouse, não participa deste Conclave, e realiza, sozinho, o seu próprio Conclave, elegendo Bernard Garnier (O sacristão de Rodez), com o nome de Bento XIV, Papa.

Com a morte de Bernard Garnier (autodenominado Bento XIV) em 1429 ou 1430, o próprio Jean Carrier é escolhido para novo Papa, por um colégio de outros quatro cardeais, adoptando também o nome Bento XIV. No entanto Jean Carrier foi capturado pelo Antipapa Clemente VIII, e assim terminou o seu papado.

  Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.