Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: "Antonio Dias" redireciona para este artigo. Para o município, veja Antônio Dias. Para outros significados, veja Antônio Dias (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Antonio Manuel Lima Dias
Nascimento 22 de fevereiro de 1944
Campina Grande
Morte 1 de agosto de 2018 (74 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação pintor, professor universitário
Prêmios Ordem do Mérito Cultural
Empregador Academia de Belas Artes de Karlsruhe
Movimento estético movimento antropofágico

Antonio Manuel Lima Dias (Campina Grande, 22 de fevereiro de 1944Rio de Janeiro, 1 de agosto de 2018)[1], mais conhecido como Antonio Dias, foi um artista plástico e multimídia brasileiro. [2]

Estudou com Osvaldo Goeldi, no Atelier Livre de Gravura da Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.

Em 1965 recebeu uma bolsa para estudar na França, iniciando uma longa permanência no exterior, recebendo bolsas que o levam a Milão, Nova Iorque, Berlim e ao Nepal, onde aprende técnicas de fabricação de papel. [3]

Em 1988, reside em Berlim como bolsista do Deutscher Akademischer Austausch Dienst - DAAD [Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico]. Em 1992, torna-se professor da Sommerakademie für bildende Kunst, em Salzburgo, Áustria, e, no ano seguinte da Staatliche Akademie der bildenden Künste, em Karlsruhe, Alemanha.

Participou em diversas mostras de grande prestígio, como a 39° Bienal de Veneza, e da XVI Bienal Internacional de Arte de São Paulo.

Uma de suas características é o uso de papel artesanal, integrando a textura e a cor em suas obras.

Referências

Ligações externasEditar