Aramazd era a principal divindade do panteão pré-cristão da Armênia. Chamado pelos armênios da época de "Arquiteto do Universo, Criador do Céu e da Terra",[1] era considerado o pai de todos os deuses e deusas, criador do universo.[2] Também era considerado a fonte da fertilidade da terra, deus da colheita e das frutas, e o festival em sua homenagem, chamado de Amanor, era celebrado no dia do ano novo no antigo calendário armênio.[2]

Aramazd era uma divindade sincrética, uma combinação da figura lendária autóctone armênia Ara e o Aúra-Masda irânico. Durante o período helenístico Aramazd passou a ser comparado ao Zeus grego.

Um dos principais templos de Aramazd se localizava em Ani (atual Kamakh, na Turquia),[1] um centro administrativo e cultural da antiga Armênia. O templo foi destruído no fim do século III, após a adoção do cristianismo como religião estatal do país.

Referências

  1. a b Boyajian, Zabelle C.; Raffi, Aram e Bryce, James. An Anthology of Legends and Poems of Armenia Indo-European Publishing, 2008. ISBN 1604440155.
  2. a b The heritage of Armenian literature: From the oral tradition to the golden age, Volume 1. Heritage of Armenian Literature - Agop Jack Hacikyan (ed.). Wayne State University Press, 2000. ISBN 0814328156.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.