Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para a língua pertencente à família linguística ramarrama, veja língua caro.

Os araras-de-rondônia são um povo indígena brasileiro. Também conhecidos como araras-caros, araras-do-ji-paraná, araras-do-rio-machado, araras-gaviões, caros, araras-tupis, ntogapides, ramarramas, urucus e urumis (pela ortografia etnonímica, araras-karos).

Karo
População total

382[1]

Regiões com população significativa
 Brasil (RO) 382 2014 (Siasi/Sesai)
Línguas
Religiões

Habitam a margem direita do médio rio Ji-Paraná, no estado brasileiro de Rondônia, dentro da Área Indígena Igarapé Lourdes.[2] No ano de 1986, sua população era de 92 pessoas.[3] Em 2006, tal grupo contava com 208 indivíduos.[4]

Falam a língua caro, da família linguística ramarrama.

Referências

  1. «Quadro Geral dos Povos». Instituto Socioambiental. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  2. David J Phillips: [1], Arara de Rondônia - Karo - Indígenas do Brasil.
  3. Alain Fabre: Diccionario etnolingüístico y guía bibliográfica de los pueblos indígenas sudamericanos. TUPI Arquivado em 28 de novembro de 2008, no Wayback Machine., ARÁRA / KARO (página 19), 2005 - Última modificación: 27/02/09
  4. Nilson Gabas Jr.: Karo, Linguist. Instituto Emílio Göeldi

BibliografiaEditar

  • RICARDO, Carlos Alberto. "Os índios e a sociodiversidade nativa contemporânea no Brasil". IN: SILVA, Aracy Lopes da. GRUPIONI, Luís Donisete Benzi. A temática indígena na escola. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995. p. 37-44.
  • Instituto Socioambiental. Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil. Acessado em: 2006-03-18.
  Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.