Abrir menu principal

Arcos (Estremoz)

freguesia de Estremoz, Portugal
Portugal Portugal Arcos 
  Freguesia  
Brasão de armas de Arcos
Brasão de armas
Arcos está localizado em: Portugal Continental
Arcos
Localização de Arcos em Portugal
Coordenadas 38° 50' N 7° 30' 32" O
País Portugal Portugal
Região Alentejo
Sub-região Alentejo Central
Província Alto Alentejo
Concelho ETZ.png Estremoz
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente António Maria Paulino Broa (G.C.E.)
Área
- Total 23,89 km²
População (2011)
 - Total 1 152
    • Densidade 48,2 hab./km²
Código postal 7100 - 011 ARCOS ETZ
Orago Santo António
Website http://www.jf-arcosetz.org.pt/

Arcos é uma freguesia portuguesa do concelho de Estremoz, na região do Alentejo, com 23,89 km² de área e 1 152 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 48,2 hab/km².

É também o nome de uma paróquia da diocese de Évora (Santo António - Arcos).

Na área da freguesia existe uma lagoa, chamada de Lagoa das Espadas, que tem água em abundância no Verão e seca no Inverno.[1]

Índice

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Arcos [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
706 857 940 984 1 830 1 974 2 171 1 746 1 837 1 751 1 386 1 559 1 488 1 339 1 152

Nos anos de 1911 a 1930 tinha anexada a freguesia de S. Domingos de Ana Loura. Pelo decreto lei nº 27.424, de 31/12/1936, passaram a ser freguesias autónomas

HeráldicaEditar

Ordenação[3][4][5]Editar

  • Brasão - Escudo de ouro, faixa ondeada de azul, carregada de uma burela ondeada de prata, acompanhada em chefe de uma cruz da Ordem de Avis, de verde; brocante sobre a faixa, duas espadas passadas em aspa, de prata, empunhadas de vermelho. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: "ARCOS - ESTREMOZ".
  • Bandeira - Verde, com cordões e borlas de ouro e verde. Haste e lança de ouro.
  • Selo - Nos termos da lei, com a legenda: Junta de Freguesia de Arcos - Estremoz.

Significado dos símbolosEditar

  • As águas referem-se à Lagoa das Espadas.
  • As espadas representam o nome dessa lagoa.
  • A cruz da Ordem de Avis porque essa Ordem era a senhora destas terras.

HistóriaEditar

Existem vestígios de povoamento desde a época pré-histórica. Em 1775, encontrou-se diversos vestígios arqueológicos do tempo dos romanos, tais como, sepulturas gentilícias, objectos de cerâmica, instrumentos laborais e sepulturas com campas de mármore.[1] As primeiras referências documentadas da freguesia datam do reinado de D. João I, o qual, em finais do séc. XIV, doou um casal ao lavrador Pedro Lourenço, no sítio da Quinta dos Arcos e, mais tarde, foi uma comenda militar da Ordem de S. Bento de Avis, ou Ordem de Avis..[6]

PatrimónioEditar

Lenda localEditar

Existe uma lenda local, de transmissão oral, segundo a qual Santo António teria aparecido perante um pai que chorava por seu filho, por este se encontrar gravemente doente. O Santo teria dito ao homem para regressar a casa, que o seu filho estava salvo, em virtude da sua fé. Nesse local ter-se-ia construído a igreja de Santo António dos Arcos.[9][10]

Festas e romariasEditar

Serviços públicosEditar

  • Posto Médico de Arcos
  • Escola Básica do 1.º Ciclo de Arcos
  • Jardim de Infância
  • Posto dos Correios

Associativismo e instituiçõesEditar

  • Centro de Dia do Centro Social e Paroquial de Santo António de Arcos[11]
  • Sporting Clube Arcoense
  • ARCA - Associação Recreativa e Cultural de Arcos[12]

Notas

  1. a b Grande Enciclopédia Portuguesa Brasileira, Vol. III, pág. 147.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Parecer emitido a 1 de Março de 1995
  4. D.R.: Nº 204 de 4 de Setembro de 1996
  5. DGAL: Nº 83/96 de 5 de Dezembro de 1996
  6. «Paróquia de Arcos». Arquivo Distrital de Évora. Consultado em 30 de Novembro de 2013 
  7. «Ref». Município de Estremoz. Cm-estremoz.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2011 
  8. MENDEIROS, José Filipe, Património Religioso de Estremoz, págs 115 e 116, Estremoz, 2001
  9. Lendas e Outras Histórias,, págs 73-74, Escola Profissional da Região Alentejo / Núcleo de Dinamização Cultural de Estremoz, 1995
  10. «Lenda de Santo António dos Arcos. Arquivo Português de Lendas da Universidade do Algarve. Centro de Estudos Ataíde Oliveira». Lendarium.org. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  11. «Observatório Social do Alentejo da Fundação Eugénio de Almeida». Fundacaoeugeniodealmeida.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2011 
  12. «Referência no site oficial do Governo Civil de Évora». Gov-civil-evora.gov.pt. Consultado em 17 de fevereiro de 2011. Arquivado do original em 28 de junho de 2010 

Referências bibliográficasEditar

  • MENDEIROS, José Filipe, "Património Religioso de Estremoz"´´, Município de Estremoz, 2001, ISBN 972-9700-1-5
  • CRESPO, Marques, "Estremoz e o seu termo municipal", editora Tipografia Brados do Alentejo, Estremoz, 1950
  • ESPANCA, Túlio, "Inventário Artístico do Distrito de Évora", I, Zona Norte, págs 61-273