Aretusa
Alfeu tenta capturar Aretusa
Gravura de Bernard Picart

Aretusa (em grego: Ἀρέθουσα) é uma ninfa da mitologia grega que faz parte do cortejo de Ártemis e, como sua deusa, é avessa ao amor. [1]

Um dia, após uma caçada extenuante, decidiu banhar-se em um rio límpido. Enquanto nadava sozinha, ouviu uma voz vinda das águas. Era Alfeu, o deus do rio, que se apaixonara pela bela ninfa. Aretusa fugiu assustada, com o deus-rio em seu encalço. Este, abandonando seu leito, perseguiu-a até que esta, sem forças, suplicou a Artémis que a salvasse. A deusa, diante das poderosas águas de Alfeu, envolveu a náiade em uma nuvem, transformando-a em uma fonte. Em seguida, a terra abriu-se, e a ninfa, assim transformada, percorreu seus subterrâneos e chegou a Siracusa, brotando na ilha de Ortígia, lugar consagrado a Artémis. Porém Alfeu, sem desistir de sua amada, internou-se também na terra, vindo brotar junto à fonte de Aretusa. Assim o deus-rio uniu suas águas as da ninfa em um eterno enlace amoroso.

Pausânias conta a lenda da seguinte forma: Alfeu e Aretusa eram caçadores, e Alfeu se apaixonou por Aretusa, mas esta não queria se casar, e cruzou o mar até a ilha oposta a Siracusa, Ortígia, e lá se transformou em uma fonte de água. Alfeu, por seu amor, foi transformado no rio Alfeu.[2] A evidência de que esta lenda é verdadeira, e de que o rio Alfeu, ao se tornar subterrâneo, passa do Peloponeso até a Sicília é dada por um oráculo de Apolo dado a Árquias de Corinto quando ele foi banido para fundar Siracusa.[3]

Segundo Diodoro Sículo, uma ilha próxima da Sicília foi dada a Ártemis, e o nome da ilha passou a ser Ortígia; neste ilha as ninfas, para agradar Ártemis, fizeram surgir uma fonte, que foi chamada de Aretusa.[4]

Aretusa vem do grego, árdô (ἄρδω) "fluxo", e thoós (θοός) "veloz", ou seja, "fluxo veloz"[5].

Esta lenda foi alvo do humor de Luciano de Samósata, em um diálogo entre Poseidon e Alfeu.[6]

Outras personagens de nome AretusaEditar

Referências

  1. Hacquard, George, Dicionário da Mitologia Grega e Romana.
  2. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 5.7.2
  3. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 5.7.3
  4. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro V, 3.5
  5. «ARETHUSA (Arethousa) - Syracusan Naiad Nymph of Greek Mythology». www.theoi.com. Consultado em 9 de novembro de 2020 
  6. Luciano de Samósata, Diálogos dos deuses marinhos, 3, Poseidon e Alfeu
  7. Quinto de Esmirna, A Queda de Troia, Livro X, 82-91
  8. Higino, Fabulae, CLVII, Filhos de Netuno
  9. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 2.5.11
  Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aretusa