Ariete (carro de combate)

O C1 Ariete é o principal tanque de guerra do exército italiano. Foi desenvolvido pela Iveco-Fiat e Oto Melara. Mais de 200 destes blindados estão atualmente em serviço na Itália.

C1 Ariete
Ariete.jpg
C1 Ariete em manobras
Tipo Carro de combate principal de batalha
Local de origem  Itália
História operacional
Em serviço 1995-presente
Utilizadores  Itália
Histórico de produção
Criador Iveco-Fiat e Oto Melara (CIO - "Consorzio Iveco Oto Melara")
Fabricante Iveco-Fiat e Oto Melara (CIO - "Consorzio Iveco Oto Melara")
Período de
produção
1995-presente
Quantidade
produzida
200
Variantes Ariete MkII
Especificações
Peso 54 t (119 000 lb)
Comprimento 9,67 m (32 ft)
Comprimento 
do cano
2,8 m (9,2 ft)
Largura 3,42 m (11 ft)
Altura 2,50 m (8,2 ft)
Tripulação 4
Blindagem do veículo Aço composta
Armamento
primário
1 x 120mm L/44 (Calibre: 120mm - Alcance estimado de 0.5Km a 5.5Km)
Armamento
secundário
Metralhadora coaxial 7.62mm
Metralhadora anti-aérea 7.62mm
Motor Fiat MTCA V12 turbocharched diesel
1 247 hp (930 000 W)
Peso/potência 23hp/ton
Suspensão barra de torção
Alcance
Operacional
550 km (342 mi)
Velocidade 65km/h estrada e 30km/h terra

Tendo fabricado sob licença o carro de combate Leopard-1, a Itália que já tinha concebido um derivado daquele veículo para exportação (OF-40) optou por desenhar o seu próprio substituto, que resultou no carro de combate Ariete.

Começou a ser concebido em 1984, quando já tinha terminado a produção dos Leopard-1 em Itália e um consórcio entre a Oto-Melara , Breda (que resultaram na Otobreda) e Fiat Iveco foi formado para conceber e fabricar uma nova família de carros de combate que incluia viaturas sobre rodas, e que teria no Ariete o seu representante mais pesado.

DescriçãoEditar

Os componentes do carro de combate foram fabricados pelos vários membros do consórcio, tendo o exército italiano colocado uma encomenda para 200 unidades. Os primeiros veículos foram entregues em 1995 e o último foi entregue em 2002.

Como armamento principal o C1 Ariete utiliza um derivado da mesma peça alemã de 120mm e 44 munições, fabricado na Itália com algumas modificações introduzidas localmente. Ele é giro-estabilizado e permite ao carro de combate disparar em movimento. O preço atualmente dele é 2,5M de Dólares á unidade

Ele utiliza o sistema de combate Galileo que também se pode encontrar a bordo do veículo de reconhecimento Centauro B1 e que também se encontra no veículo de combate de infantaria italiano VCC-80. Inclui, por isso, o sistema de controlo de tiro TURMS-FCS.

A blindagem do Ariete é convencional, com placas soldadas em aço e com a adição de camadas de blindagem especial de características não reveladas.

Ariete MkII

Em 2005 foi anunciada a intenção de modernizar os carros de combate Ariete em serviço. A modificação deverá incluir um novo sistema de combate digital e um novo motor Iveco de 1500cv. Entre outras características o Ariete Mk.2 deverá dispor de blindagem adicional, o que implica um maior peso. Uma das possibilidades em estudo é a substituição da peça de 120mm L/44 pela mais moderna L/55 equivalente à utilizada pelo Leopard 2A6 alemão, embora algumas fontes indiquem que está em estudo a instalação de um carregador automático para a arma principal, o que reduziria a tripulação do carro de combate de 4 para 3.

O peso total do veículo, a mercê do aumento da blindagem, também deverá aumentar, passando para valores próximos das 60 toneladas.

Principal UtilizadorEditar

 
Ariete em treinamento
  •   Itália
  • Designação Local:C1 Ariete
  • Quantidade Máxima:200 - Quantidade em serviço:200
  • Situação operacional: Em serviço

Tendo entrado ao serviço em 1995, os blindados Ariete italianos não foram empregados em qualquer operação de imediato. A primeira utilização do Ariete pelas forças italianas ocorreu em 2004 quando um destacamento de seis carros de combate foi enviado para o Iraque onde integrou o contingente italiano no sul do País. Os Ariete que foram enviados para o Iraque, foram equipados com blindagem lateral adicional. Os italianos equiparam três regimentos de blindados com o carro de combate Ariete. Cada regimento tem 54 carros

Veja tambémEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Ariete (carro de combate)