Armênia Ocidental

A Armênia Ocidental (em armênio/arménio: Արեւմտեան Հայաստան) também conhecida como a Armênia bizantina, depois como Armênia turca ou otomana é um termo cunhado na sequência da divisão da Armênia Maior entre o Império Bizantino (a Armênia Ocidental) e o Império Sassânida (a Armênia Oriental, Armênia persa) em 387.[1][2]

É, historicamente, o nome dado à parcela da Armênia incorporada ao Império Otomano, que corresponde aproximadamente aos seis vilaietes (províncias) (Vilayat-i Sitte) a leste do império, ou seja, os vilaietes de Erzurum, Van, Bitlis, Diyarbakır, Sivas e Harput. A Armênia Ocidental atualmente se refere a esta área geográfica constituída na Turquia, localizada no planalto armênio, este último chamado Anatólia Oriental.[3]

RegiõesEditar

Ver TambémEditar

Referências

  1. Феодальный строй Arquivado em 26 de abril de 2009, no Wayback Machine., Great Soviet Encyclopedia (em russo)
  2. Рыжов К. В. Все монархи мира: Древний Восток: (Справочник). - М.: Вече, 2006 Arquivado em 15 de março de 2009, no Wayback Machine. (em russo)
  3. «Map of Western Armenia during WWI». Consultado em 30 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 12 de julho de 2006