Abrir menu principal
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, e ainda pode necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.

Arnoaldo, também chamado Arnaldo (~ 560 † 611), é o 25º bispo de Metz de 601 ou 603-611.

BiografiaEditar

Muito poucas coisas estão disponíveis na documentação contemporânea. Ele é citado em 616 no santo testamento Bertrand, bispo de Mans, que o despreza e não menciona a sua qualidade de bispo: com o seu tio Agilulfo, Arnoaldo teria usurpado propriedades pertencente à Igreja de Mans[1].

Por volta de 783, Paul Deacre conta em Liber de Episcoporum Mettensium: «Agiulfo, de quem se diz que o pai era Ansbert membro de uma família nobre de senadores e a mãe Blitildis filha do rei franco Clotário I e sua esposa Ingunda da Turíngia; Depois dele veio o seu sobrinho Arnoaldo. Ele sucede a Pappolus. Arnoaldo, descende de uma estirpe franca muito nobre e poderosa, que gerou dois filhos de um casamento legítimo, Arnulfo de Metz e Clodulfo»<r>Settipani, 2000, p. 189, 190 et 197</ref>.

A partir do século XIII, uma tradição que o dá como fundador da Abadia de St. Arnulf de Merkingen[1]. As terras que eram do domínio da abadia foram vendidos pelo rei austrasiano Teodeberto II ao bispo que teria fundado a abadia. Isto é actualmente um quarteirão de Saarbrück: St Arnualer Markt.[2][3]

Referências

  1. a b Settipani, 1989, p. 66 et Settipani, 2014, p. 149.
  2. Viville, Claude Philippe (1817). Dictionnaire du département de la Moselle. [S.l.: s.n.] 289 páginas 
  3. Prévost, 1939, p. 926-7