Arquidiocese de Kigali

Arquidiocese de Kigali
Archidiœcesis Kigaliensis
Localização
País Ruanda
Dioceses sufragâneas Butare, Byumba, Cyangugu, Gikongoro, Kabgayi, Kibungo, Nyundo, Ruhengeri
Estatísticas
População 1 905 903
991 640 católicos (2 017)
Área 3 271 km²
Paróquias 30
Sacerdotes 161
Informação
Rito romano
Criação da diocese 10 de abril de 1976
Catedral Catedral de São Miguel
Governo da arquidiocese
Arcebispo Antoine Kambanda
Arcebispo emérito Thaddée Ntihinyurwa
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial www.archidiocesekigali.org/rw
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Kigali (Archidiœcesis Kigaliensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica situada em Kigali, Ruanda. Seu atual arcebispo é Antoine Kambanda. Sua é a Catedral de São Miguel.

Possui 30 paróquias servidas por 161 padres, abrangendo uma população de 1 905 903 habitantes, com 52,0% da dessa população jurisdicionada batizada (991 640 católicos).[1]

HistóriaEditar

A arquidiocese foi erigida em 10 de abril de 1976 com a bula Cum Venerabiles do Papa Paulo VI, obtendo o território da arquidiocese de Kabgayi, que ao mesmo tempo foi transformada em diocese e tornou-se sufragânea de Kigali.[2]

Na guerra civil que envolveu Ruanda na primeira metade da década de noventa do século passado, morreu o arcebispo Vincent Nsengiyumva, entre outros.

Entre 7 e 9 de setembro de 1990 recebeu a visita apostólica do Papa João Paulo II.[3]

PreladosEditar

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Kigali