Abrir menu principal

Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2013). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood - Hollywood Foreign Press Association (HFPA) - é uma organização formada por jornalistas de veículos de mídia estrangeiros baseados em Los Angeles, dedicada à cobertura e divulgação da indústria do cinema e televisão norte-americano fora dos Estados Unidos, mais conhecida por premiar anualmente os profissionais do cinema e televisão com o Globo de Ouro.[1]

HistóriaEditar

O grupo foi fundado em 1943 por um jornalista inglês do jornal Daily Mail, com o objetivo principal de divulgar notícias da comunidade cinematográfica americana fora do país.

De acordo com o New York Times, a associação funciona como um clube fechado e exclusivo, admitindo um máximo de quatro a cinco novos membros por ano, sendo mais frequente a admissão de apenas um. Qualquer membro tem o direito de vetar o ingresso de um novo postulante, tornando muito difícil uma nova associação.

A associação não representa internacionalmente grandes publicações, sendo formada apenas por jornalistas individuais, já tendo negado o pedido de ingresso de correspondentes de importantes jornais como o Le Monde francês ou o The Times de Londres, preferindo prestigiar o individual, como a aceitação de ingresso de jornalistas free lancers da Coreia ou de Bangladesh.

No que diz respeito aos representantes lusófonos na associação, a jornalista e escritora brasileira Ana Maria Bahiana e o correspondente do Jornal Expresso em Los Angeles, Rui Henriques Coimbra, são os únicos membros associados.

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre associações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.