Abrir menu principal

Ataque ao Hotel Radisson em Bamako

Ataque ao Hotel Radisson em Bamako
Local Bamako, Mali
Data 20 de novembro de 2015 (4 anos)
Alvo(s) Desconhecido (presumidamente civis)
Mortes 22[1] (incluindo os dois perpetradores)
Responsável(is) Al-Mourabitoun[2]
Al-Qaeda no Magreb Islâmico[2]

O Ataque ao Hotel Radisson em Bamako é um ataque terrorista ocorrido em 20 de novembro de 2015 no Hotel Radisson Blu em Bamako, capital do Mali.[3] Um grupo ainda não determinado de terroristas sequestrou cerca de 170 reféns (140 hóspedes e 30 funcionários do hotel). Um balanço inicial de vítimas apontava para três mortos, sendo dois malianos e um francês[4][5] e depois houve confirmação de 2 mortos entre os assaltantes do hotel, após a entrada das forças especiais malianas no hotel. Mais tarde o número de mortos foi elevado para 21 (incluindo os dois terroristas), segundo o presidente do Mali,[1] e depois para 22.

Os terroristas terão chegado ao hotel num veículo com matrícula diplomática e disparado sobre os elementos da segurança à entrada do hotel.[5] O grupo terrorista terá libertado alguns reféns que saberiam de cor a profissão de fé muçulmana (a Shahada) ou versículos do Corão.[3][4]

Como resposta ao atentado, o governo do Mali decretou estado de emergência na nação.[6]

Referências

  1. a b "Mali hotel attack: At least 21 dead, more than 150 freed after gunmen take hostages at Radisson Blu in Bamako". Página acessada em 23 de novembro de 2015.
  2. a b "Al Qaeda-affiliated group claims Mali hotel attack", Reuters, (20 de novembro de 2015).
  3. a b diariodigital.pt (20 de novembro de 2015). «Mali: Supostos jihadistas atacam hotel em Bamako e fazem 170 reféns». Consultado em 20 de novembro de 2015 
  4. a b Expresso.sapo.pt (20 de novembro de 2015). http://expresso.sapo.pt/internacional/2015-11-20-Tres-mortos-em-sequestro-num-hotel-no-Mali. Consultado em 20 de novembro de 2015  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. a b CNN (20 de novembro de 2015). «Gunmen hold 170 hostage at Radisson Blu hotel in Mali; 3 deaths reported». Consultado em 20 de novembro de 2015 }
  6. «Mali declares 10-day state of emergency following hotel attack». jagran.com. 21 de novembro de 2015