Abu Jafar Axinas (em árabe: أبو جعفر أشناس) (m. 844) foi um general a serviço do califa abássida Almotácime, provavelmente membro do clã sagrado do Primeiro Império Turco, transcrito em chinês como "Ashina" (阿史那). Uma etimologia folclórica aparece na obra de Atabari. O califa lhe concedeu o status mais alto entre os seus generais turcos (veja gulans) e um texto de Almaçudi o descreve como sendo um grande nobre. Como o nome Axinas não é de maneira nenhuma parte da onomástica turca e só é conhecido como nome de príncipes, é quase certo que ele seja um membro do clã imperial dos turcos.

Axinas
Morte 844
Samarra
Cidadania Califado Abássida
Ocupação líder militar
Lealdade Califado Abássida

De acordo com Atabari[1], Axinas foi comprado por Almotácime em Bagdá durante o reinado de Almamune juntamente com Itaque e Uacife. Ele era o encarregado em Samarra, a capital abássida na época, pelas tropas turcas do califa. Quando ele morreu, em 844, era o governador do Egito[1] e o mais poderoso dos generais a serviço dos abássidas.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Kennedy, Hugh. "The Prophet and the Age of Caliphates." Longman (2004).

BibliografiaEditar

  • Golden, Peter. An introduction to the history of the Turkic peoples: Ethnogenesis and state-formation in medieval and early modern Eurasia and the Middle East, Harrassowitz, 1992.
  • E. de la Vaissière, Samarcande et Samarra. Elites d'Asie centrale dans l'empire abbasside, Peeters, 2007 [1]
  • M. Gordon, The breaking of a Thousand Swords. A History of the Turkish Military of Samarra (A.H. 200-275/815-889 C.E.), State University of New York Press, 2001.