Bacterioplâncton

O bacterioplâncton é o componente bacteriano do plâncton que flutua à deriva na coluna d'água. O nome tem origem na palavra grega planktos, que significa "andarilho", e bactéria, uma palavra oriunda do termo latino bacterium cunhado no século 19 pelo médico alemão Christian Gottfried Ehrenberg. Eles são encontrados na água do mar e na água doce e estão dentre os menores componentes do plâncton, medindo poucos micrômetros. São responsáveis por diversas funções ecológicas, como decomposição da matéria orgânica dissolvida, remineralização de nutrientes e produção primária. Muitas espécies de bacterioplâncton são autotróficas e derivam energia da fotossíntese ou quimiossíntese. O bacterioplâncton fotossintético é frequentemente classificado como picofitoplâncton e inclui os principais grupos de cianobactérias, como Prochlorococcus e Synechococcus, responsáveis por grande parte da produção de oxigênio dos oceanos [1].

Alça microbianaEditar

Apesar do importante papel do bacterioplâncton na ciclagem de carbono e nutrientes, o seu papel para as cadeias alimentares só começou a ser amplamente discutido após a introdução do conceito de microbial loop ou alça microbiana, primeiramente apresentado por Pomeroy (1974) [2] e consolidado mais tarde no estudo de Azam e colaboradores (1983)[3]. A partir destes estudos, foi comprovado o importante papel das bactérias aquáticas na absorção do carbono orgânico dissolvido na água, sua conversão em carbono particulado (acúmulo de biomassa), reaproveitamento e transferência para níveis tróficos superiores através da predação por flagelados, ciliados e zooplâncton. Desta forma, foi reconhecido que a matéria orgânica dissolvida pode ser reintroduzida diretamente na cadeia alimentar sem precisar passar pela etapa de decomposição e mineralização.

Referências

  1. Flombaum, Pedro; Gallegos, José L.; Gordillo, Rodolfo A.; Rincón, José; Zabala, Lina L.; Jiao, Nianzhi; Karl, David M.; Li, William K. W.; Lomas, Michael W. (11 de junho de 2013). «Present and future global distributions of the marine Cyanobacteria Prochlorococcus and Synechococcus». Proceedings of the National Academy of Sciences (em inglês). 110 (24): 9824–9829. ISSN 0027-8424. PMC PMC3683724  Verifique |pmc= (ajuda). PMID 23703908. doi:10.1073/pnas.1307701110 
  2. Pomeroy, Lawrence R. (setembro de 1974). «The Ocean's Food Web, A Changing Paradigm». BioScience. 24 (9): 499–504. ISSN 0006-3568. doi:10.2307/1296885 
  3. Azam, F; Fenchel, T; Field, JG; Gray, JS; Meyer-Reil, LA; Thingstad, F (1983). «The Ecological Role of Water-Column Microbes in the Sea». Marine Ecology Progress Series. 10: 257–263. ISSN 0171-8630. doi:10.3354/meps010257