Abrir menu principal
Balduíno VI da Flandres
Conde
Conde de Hainaut
Reinado 1051-1070
Predecessor Riquilda de Hainaut e Hermano de Mons
Sucessor Arnulfo I
Conde da Flandres
Reinado 1067-1070
Predecessor Balduíno V
Sucessor Arnulfo III
Cônjuge Riquilda de Hainaut
Descendência Arnulfo III, Conde da Flandres e Hainaut
Balduíno II, Conde de Hainaut
Inês
Dinastia Flandres
Nome completo
Balduíno VI da Flandres
Nascimento 1030
Morte 17 de julho de 1070 (40 anos)
Pai Balduíno V da Flandres
Mãe Adela de França
Religião Catolicismo romano
Brasão

Balduíno VI da Flandres (c. 1030 - 17 de julho de 1070) foi Conde da Flandres, de 1067 a 1070 e Conde de Hainaut como Balduíno I de 1051 a 1070.[1]

BiografiaEditar

A morte de Balduíno no ano de 1070, desencadeia vários acontecimentos que viriam a mudar de forma definitiva o futuro da Flandres. Assim e por herança do primogénito, deixa a Flandres e Hainaut para o seu filho primogénito, Arnulfo III da Flandres, que devido a menor idade deste tem de ficar com a mãe, Riquilda de Hainaut como regente.

Na Flandres, após a morte do seu filho mais velho, Arnulfo III, na Batalha de Cassel, em 22 de fevereiro de 1071, Roberto, o Frísio, invade a Flandres e torna-se Roberto I da Flandres[2][3]. Em Hainaut, Balduíno, o seu filho mais novo, sucede ao irmão e torna-se Balduíno II de Hainaut.

Relações familiaresEditar

Balduíno foi o filho mais velho de Balduíno V da Flandres "o Piedoso" [4] e de Adela de França, filha do rei Roberto II de França[5] (1009 - 1079).

Em 1051, ele casou-se coma condessa de Hainaut e viúva do conde Hermano de Mons, Riquilda de Hainaut (c. 1018 - 15 de março de 1086)[6], filha de Reginar V de Hainaut e de Matilde de Verdun, graças a este casamento, a Flandres pôde tomar o controlo de Hainaut. Deste casamento nasceram:

  1. Arnulfo III da Flandres (1055 - Batalha de Cassel, 22 de fevereiro de 1071), Conde da Flandres e de Hainaut, não teve descendência.
  2. Balduíno II de Hainaut também conhecido como Balduíno II de Mons (1056 - Ásia Menor, 9 de junho de 1098)[7], Conde de Hainaut, sucede ao irmão Arnulfo por falta de descendência deste. Foi casado com Ida de Lovaina, filha de Henrique II de Lovaina (1020Mosteiro de Santa Gertrudes 1078), Conde de Lovaina e irmã de Godofredo I de Brabante (1060 - 25 de janeiro 1139), Duque da Baixa Lotaríngia) em 1084.
  3. Inês da Flandres (? - depois de 1071).[8]

Referências

  1. Raízes ancestrais de Certas colonos americanos que vieram para a América antes de 1700 por Frederick Lewis Weis, linha 163-2
  2. Detlev Schwennicke, Europäische Stammtafeln: Stammtafeln zur Geschichte der Europäischen Staaten, Neue folge, Band II: Die Ausserdeutschen Staaten Die Regierenden Häuser der Übrigen Staaten Europas (Marburg, Germany: Verlag von J. A. Stargardt, 1984), Tafel 5
  3. David Nicholas, Medieval Flanders (Longman Group UK Limited, 1992), p. 56
  4. Condes da Flrandes
  5. Genealogia de Roberto II no site FMG (em francês)
  6. Karen S. Nicholas, 'Countesses as Rulers in Flanders', Aristocratic Women in Medieval France, Ed. Theodore Evergates (Philadelphia : University of Pennsylvania Press, 1999), p. 115
  7. Généalogie de Baudouin II de Hainaut sur le site Medieval Lands
  8. Foi freira num mosteiro beneditino, é mencionada no Hanoniæ Annales. Em 1071 é nomeada em documentos do irmão Arnulf III, se diz ser sua irmã.


Precedido por
Riquilda de Hainaut
Conde de Hainaut
1051–1070
Sucedido por
Arnulfo I
Precedido por
Balduíno V
Conde da Flandres
1067–1070
Sucedido por
Arnulfo III