Barragem de Almendra

Barragem de Almendra
Salto de Villarino
Presa Almendra desembalsando.jpg
Vista da barragem descarregando
Localização
Localização Rio Tormes, Salamanca e Zamora, Espanha Editar isso no Wikidata
País Flag of Spain.svg Espanha
Subdivisão Bandera de la provincia de Salamanca.svg Salamanca
Bandera de Zamora.svg Samora
Bacia hidrográfica Douro
Rio rio Tormes
Coordenadas 41°16'1"N, 6°18'28"W
Barragem de Almendra Salto de Villarino está localizado em: Espanha/relevo
Barragem de Almendra
Salto de Villarino
Local da barragem de Almendra num mapa da península Ibérica
Dados gerais
Estado Em serviço
Proprietário Iberdrola
Projetista Pedro Mª de Guinea
Uso Hidroelétrico
Obras 1963-1970
Data de inauguração 24 de nov. de 1970[1]
Características
Nome Barragem de Almendra
Tipo abóbada, concreto
Altura 202 m
Cota de cimentação 530 m
Cota de leito 547 m
População ao redor Almendra e Cibanal
Dados da central
Nome Villarino
Capacidade de geração 810 MW
Produção média 1376 GWh anuais
Unidades geradoras 6 turbinas Francis R
Dados da albufeira
Nome Albufeira de Almendra
Capacidade total 2648 hm³
Superfície 7940 ha

O reservatório, a central e a barragem de Almendra (também conhecida como salto de Villarinho) são uma obra de engenharia hidroeléctrica construída no curso baixo do rio Tormes, na zona conhecida como as Arribas do Tormes, uma profunda depressão geográfica. A barragem está situada a 5 km do concelho de Almendra, na província de Salamanca, Castela e Leão.

Faz parte do sistema Saltos do Duero junto com as infraestruturas instaladas em Aldeiadávila, Castro, Ricobayo, Saucelle e Villalcampo.[2]

Referências

  1. «El jefe del estado inauguró ayer el complejo hidroeléctrico de Villarino» (em espanhol). La Vanguardia. 1970. Consultado em 28 de fevereiro de 2012 
  2. «Evolución de la ingeniería de presas en España. El caso de los "Saltos del Duero"» (PDF). Sociedad Española de Presas y Embalses (em espanhol). Escuela Politécnica Superior. Universidad de Burgos. El complejo hidroeléctrico denominado “Sistema Duero”, o “Saltos del Duero”, comprende los saltos de Aldeadávila y Saucelle sobre el río Duero y el salto de Villarino sobre el Tormes, en la provincia de Salamanca, y los saltos de Ricobayo sobre el río Esla y los de Villalcampo y Castro sobre el río Duero, en la provincia de Zamora