Batólito

Um batólito (do grego bathos, profundidade + lithos, rocha) ou plutonito é uma grande massa de rocha ígnea intrusiva, com área superior a 100 km²,[1][2] formada por arrefecimento de magma a grande profundidade na crosta terrestre. Os batólitos são quase sempre constituídos por rochas félsicas ou intermédias, como granito, quartzomonzonito ou diorito. Os grandes volumes de batólitos devem-se a uma substancial e repetida produção de magma durante períodos de orogénese.[3]

Mapa do Batólito cornubiano de Cornualha (Reino Unido). Destacam-se os principais afloramentos de granito. Os traços descontínuos de 20 mGal de anomalia de Bouguer indicam a localização das anomalias de gravidade negativas associadas às intrusões ígneas na crosta continental.

Referências

  1. USGS BATHOLITHS and LACCOLITHS, PLUTONS and STOCKS DIKES and SILLS
  2. Batholith (geology), Brittannica Academic Edition.
  3. Hall, Antony. 1987. Igneous Petrology. LongmanScientific & Technical. Páginas: 91-93

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.