Abrir menu principal

Os belegezitas (em grego: Βελεγεζίται; transl.: Belegezitai; em macedônio, búlgaro e sérvio: Велегезити) foi uma tribo eslava meridional que viveu na área da Tessália na Idade Média,[1][2] numa região conhecida como Belzétia. Eles são uma das tribos listadas nos Milagres de São Demétrio.[3][4]

O nome deles é apresentado nas fontes como belegezitas, velegesitas, belegizitas e eslavos velzitas. Após se assentarem na Tessália em meados do século VII, as atividades econômicas da tribo incluíam principalmente o comércio com a cidade bizantina de Tessalônica por 670-680.[5] Quando a cidade foi sitiada pelos sagudatas, drogubitas e outras tribos do final do século VII, os líderes dos belegezitas forneceram suprimentos para a população sitiada.[6] Além disso, durante o mesmo período, junto com outras tribos, eles usaram canoas armadas para saquear as costas da Tessália.[7]

Um dos líderes da tribo no final do século VII foi uma pessoa de nome Tiomir, cujo nome tem sido encontrado em artefatos do período.[8] Edifícios religiosos do século VIII na Tessália tem sido conectados com a cristianização da tribo, após as campanhas do imperador bizantino Nicéforo I, o Logóteta (r. 802–811) contra os eslavos da região.[9]

Referências

BibliografiaEditar

  • Academia (1991). Byzantinoslavica. 52. Praga: Academia de Ciências da Tchecoslováquia 
  • Curta, Florin (2001). The Making of the Slavs: History and Archaeology of the Lower Danube Region c. 500-700. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0-521-80202-4 
  • Curta, Florin (2006). Southeastern Europe in the Middle Ages, 500-1250. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0521815398 
  • Laet, Sigfried J. de; Joachim Herrmann (1996). History of Humanity: From the seventh century B.C. to the seventh century A.D. Londres e Nova Iorque: Routledge. ISBN 978-92-3-102812-0 
  • Stathakopoulos, D. Ch. (2007). Famine and Pestilence in the late Roman and early Byzantine Empire. Londres e Nova Iorque: Routledge 
  • Sociedade francesa de numismática (2002). Revue numismatique. 158. [S.l.: s.n.] 
  • Universita J.E. Purkyně (1967). Sborník prací: Řada uměnovědná (F). 11-15. [S.l.: s.n.] 
  • Vrionis, Speros; Gustave E. von Grunebaum Center for Near Eastern Studies, Modern Greek Studies Association (1978). The "Past" in medieval and modern Greek culture. Malibu: Undena Publications. ISBN 089003026X 
  • Waldman, Carl; Catherine Mason (2006). Encyclopedia of European Peoples. Nova Iorque: Facts on File. ISBN 0816049645