Benzidina

composto químico
Benzidina
Alerta sobre risco à saúde
Benzidine 200.svg
Nome IUPAC 4,4'-diaminobiphenyl
Outros nomes di-fenilamina, difenilamina, 4,4'-bianilina, 4,4'-bifenildiamina, 1,1'-bifenil-4,4'-diamina, 4,4'-diaminobifenila, p-diaminodifenila
Identificadores
Número CAS 92-87-5
PubChem 7111
ChemSpider 6844
KEGG C16444
SMILES
InChI
1/C12H12N2/c13-11-5-1-9(2-6-11)10-3-7-12(14)8-4-10/h1-8H,13-14H2
Propriedades
Fórmula molecular C12H12N2
Massa molar 184.24 g/mol
Aparência Pó cinza amarelado, cinza avermelhado, ou branco cristalino[1]
Densidade 1.25 g/cm3
Ponto de fusão

122 a 125 °C, Erro de expressão: Palavra "a" não reconhecida K, Erro de expressão: Palavra "a" não reconhecida °F

Ponto de ebulição

400 °C, 673 K, 752 °F

Solubilidade em água 0.94 g/100 mL a 100 °C
Compostos relacionados
Compostos relacionados bifenilo
Riscos associados
Principais riscos
associados
carcinogênico
EUA Limite de exposição
permissível (PEL)
carcinogênico ocupacional[1]
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Benzidina (nome trivial), também chamado 4,4'-diaminobifenilo (nome sistemático), é o composto orgânico com a fórmula (C6H4NH2)2. É uma amina aromática. [2][3] [4][5][6][3][7]

Referências

  1. a b «NIOSH Pocket Guide to Chemical Hazards #0051». National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH) 
  2. «Known and Probable Carcinogens». American Cancer Society. 29 de junho de 2011 
  3. a b Schwenecke, H.; Mayer, D. (2005). «Benzidine and Benzidine Derivatives». Ullmann’s Encyclopedia of Industrial Chemistry. Weinheim: Wiley-VCH. doi:10.1002/14356007.a03_539 
  4. March, J. (1992). Advanced Organic Chemistry 5th ed. New York: J. Wiley and Sons. ISBN 0-471-60180-2 
  5. Shine, H. J.; Zmuda, H.; Park, K. H.; Kwart, H.; Horgan, A. G.; Collins, C.; Maxwell, B. E. (1981). «Mechanism of the benzidine rearrangement. Kinetic isotope effects and transition states. Evidence for concerted rearrangement». Journal of the American Chemical Society. 103 (4): 955–956. doi:10.1021/ja00394a047 .
  6. Shine, H. J.; Zmuda, H.; Park, K. H.; Kwart, H.; Horgan, A. G.; Brechbiel, M. (1982). «Benzidine rearrangements. 16. The use of heavy-atom kinetic isotope effects in solving the mechanism of the acid-catalyzed rearrangement of hydrazobenzene. The concerted pathway to benzidine and the nonconcerted pathway to diphenyline». Journal of the American Chemical Society. 104 (9): 2501–2509. doi:10.1021/ja00373a028 
  7. «Benzidine Dyes Action Plan Summary». U. S. Environmental Protection Agency. 18 de agosto de 2010