Abrir menu principal

Bhotiya ou bhot (em nepali: भोटिया; transl.: Bhotiyā) são grupos etnolinguísticos relacionados ao povo tibetano que vivem na região do Transimalaia nos países da Associação Sul-Asiática para a Cooperação Regional (ASACR). A palavra bhotiya vem de bod, palavra que refere-se ao Tibete no tibetano clássico. O povo bhotyia fala numerosas línguas, incluindo o ladaque. O reconhecimento indiano de tal língua é bhoti/bhotia,!Artigos que necessitam de esclarecimento[necessário esclarecer] possuindo escritos tibetanos e atualmente[quando?] encontra-se no Parlamento da Índia para tornar-se uma das línguas oficiais pela Oitava Agenda da constituição indiana.

Bhotiya
Nepal ethnic groups.png
Grupos étnicos do Nepal:

      bhotiya      xerpas      thakalis      gurungs      kiratis      rais      limbus      neuaris      paharis

      Tamangtamangs
População total

27 230 (Nepal, 2001)[1][nota 1]

Regiões com população significativa
Línguas
ladaque, xerpa, tibetano tradicional, nepali, hindi e outras línguas tibetanas
Religiões
hinduísmo, budismo e bön

DescriçãoEditar

Os bhotiya identificam-se como Rajaputes Raghuvanshi e preferem ser referidos como Thakur ou Rajvanshi. Possivelmente os bhotiyas descendem dos imigrantes originais para o norte de Oude no período do nababo Asaf-ud-Daula (r. 1775–1797).[2]

O povo bothyia está fortemente relacionado a outros grupos e laços étnicos são porosos.[3] Um grupo é o dos butias, o principal grupo etnolinguístico do norte do estado indiano de Siquim. Um segundo grupo é o dos bhotiyas de Bhotiya dos vales altos dos Himalaias das divisões Kumaon e Garhwal do estado indiano de Uttarakhand. Este grupo inclui a tribo shauka de Kumaon, os tolchhas e os marchas de Garhwal, Gyagar Khampa de Khimling, Bhidang. Um terceiro grupo relacionado é o dos Ngalop, falantes de butanês, o principal grupo etnolinguístico do Butão. Os bhotiyas também estão relacionados a diversos grupos dispersos do Nepal e áreas adjacentes da Índia, incluindo tibetanos e xerpas.

No Nepal, os bhotiyas formam 0,1% da população. Vivem em vilarejos dispersos nos Himalaias.[3]

Notas

  1. Inclui Bhote (19,261) e Bote (7,969).

Referências

  1. Singh, R. S. N. (2010). The Unmaking of Nepal. [S.l.]: Lancer. pp. 145–146. ISBN 1-935501-28-3 
  2. Crooke, William. The Tribes and Castes of the North-western Provinces and Oudh. 3. [S.l.: s.n.] 
  3. a b Gellner D. et al (ed.) Nationalism and Ethnicity in a Hindu Kingdom: The Politics and Culture of Contemporary Nepal. Routledge, 2012 ISBN 1136649565 e ISBN 9781136649561. Acessado no Google Books, 23 de novembro de 2015.


  Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.