Bill Macy

ator americano

Wolf Martin Garber (18 de maio de 1922 - 17 de outubro de 2019), conhecido profissionalmente como Bill Macy, foi um ator norte-americano de televisão, cinema e teatro conhecido por seu papel na série de televisão Maude (1972-1978) da CBS.

Bill Macy
Bill Macy
Foto de Macy atuando em Maude (1973)
Nascimento Wolf Martin Garber
18 de maio de 1922
Revere, Massachusetts, EUA
Morte 17 de outubro de 2019 (aos 97 anos)
Los Angeles, Califórnia, EUA
Cônjuge Samantha Harper ​(casamento em 1975)
Ocupação Ator
Período de atividade 1958–2011

Infância e juventude

editar

Bill Macy nasceu Wolf Martin Garber em 18 de maio de 1922, em Revere, Massachusetts, filho de Mollie (1889-1986) e Michael Garber (1884-1974), um operário.[1] Ele foi criado na religião judaica em East Flatbush no Brooklyn, Nova Iorque. Depois de se formar na Samuel J. Tilden High School, serviu no exército dos Estados Unidos de 1942 a 1946 no 594th Engineer Boat and Shore Regiment (594º batalhão naval de engenharia e costa), lotado nas Filipinas, no Japão e na Nova Guiné.[2] Trabalhou como motorista de táxi por uma década antes de ser escalado como substituto de Walter Matthau em once more, with feeling na broadway em 1958. Ele interpretou um motorista de táxi na novela the edge of night em 1966. Macy foi membro do elenco original da peça Off-Broadway Oh! Calcutta![3] de 1969-1972, atuando no espetáculo de 1969 a 1971.[4] Mais tarde, ele apareceu na versão cinematográfica do musical em 1972.[5] Sobre o fato de aparecer totalmente nu com o resto do elenco no espetáculo, ele disse: "A nudez não me incomodou. Eu sou do Brooklyn".[3] Macy também se apresentou no álbum the stoned guest (1970), do P.D.Q. Bach.

Televisão

editar

"Ele era único e um excelente ator cômico. Só havia um Bill Macy."

— Norman Lear

Percebendo as habilidades cômicas de Macy na broadway, Norman Lear o levou para Hollywood, onde conseguiu um pequeno papel como policial em all in the family. Ele foi escalado para o papel de Walter Findlay, o marido sofredor da personagem principal da sitcom Maude, da década de 1970, estrelada por Bea Arthur. A série durou seis temporadas, de 1972 a 1978.[6] Pessoas desconhecidas na rua frequentemente o chamavam de "Sr. Maude", consolando-o por ter uma esposa tão difícil. "Eu costumava dizer a eles que pessoas assim realmente existiam", explicou Macy.[7] Em 1975, Macy e Samantha Harper Macy apareceram no game show tattletales.[8] Em 1986, Macy participou como convidado do quarto episódio de L.A. Law, interpretando um homem mais velho cuja jovem esposa desejava seguir uma carreira musical. Também naquele ano, ele participou como convidado em um episódio de highway to heaven, chamado Cindy.[9] Macy participou do filme Perry Mason: the case of the murdered madam (1987) como o banqueiro Richard Wilson. Ele aparecia ocasionalmente na sitcom Seinfeld como um dos residentes da comunidade de aposentados da Flórida onde os pais de Jerry Seinfeld moravam. Macy fez uma participação especial como paciente em na série Chicago Hope e como um idoso apostador na série Las Vegas. O último papel de Macy na televisão ocorreu em um episódio de 2010 da série Hawthorne, de Jada Pinkett Smith.[3]

Macy atuou como presidente do júri em The Producers, em 1967, com a memorável frase "We find the defendants incredibly guilty" (nós consideramos os réus incrivelmente culpados). Outros papéis memoráveis incluem o de co-inventor do "Opti-Grab" na comédia de Steve Martin de 1979, The Jerk, e o de redator-chefe de televisão em My Favourite Year (1982). Outros trabalhos no cinema incluem papéis em Death at Love House (1976), The Late Show (1977), Serial (1980), Movers & Shakers (1985), Bad Medicine (1985), Tales from the Darkside (1985 - episódio "Lifebomb"), Sibling Rivalry (1990), The Doctor (1991), Me Myself & I (1992), Analyze This (1999), Surviving Christmas (2004), The Holiday (2006) e Mr. Woodcock (2007).[3][10]

Vida pessoal

editar

Macy conheceu sua futura esposa, Samantha Harper, no set de filmagem de Oh! Calcutta! em 1969.[6] Eles se casaram em 1975.[4] Macy faleceu em 17 de outubro de 2019, aos 97 anos de idade; não foi informada a causa.[11]

Filmografia

editar
Ano Título Papel
1967 The Producers Jury Foreman
1972 Oh! Calcutta! Monte / Mute Physician
1977 The Late Show Charlie Hatter
1979 The Jerk Stan Fox
1980 Serial Sam
1982 My Favorite Year Sy Benson
1985 Movers & Shakers Sid Spokane
1985 Bad Medicine Dr. Gerald Marx
1990 Sibling Rivalry Pat
1991 The Doctor Al Cade
1992 Me Myself & I Sydney
1999 Analyze This Dr. Isaac Sobel
2004 Surviving Christmas Doo-Dah
2006 The Holiday Ernie
2007 Mr. Woodcock Mr. Woodcock's Dad

Referências

editar
  1. «"Bill Macy Biografia (1922)".». Film Reference. Consultado em 25 de dezembro de 2014 
  2. Slotnik, Daniel E. (18 de outubro de 2019). «"Bill Macy, a Memorable Sitcom Foil on 'Maude,' Dies at 97".». The New York Times. ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de abril de 2022 
  3. a b c d Hegedus, Eric (18 de outubro de 2019). «"Bill Macy, Bea Arthur's 'Maude' co-star, dead at 97".». New York Post. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  4. a b «Bill Macy, long-suffering husband on 'Maude,' dies at 97». The Washington Post. Associated Press. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  5. «Maude' co-star, character actor Bill Macy dies at 97». NBC News. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  6. a b Nichols, Mackenzie (18 de outubro de 2019). «Maude' Star Bill Macy Dies at 97». Variety. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  7. Moniuszko, Sara M. «"Bill Macy, who played Bea Arthur's husband in 'Maude,' dead at 97"». USA Today. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  8. «Tattletales Episódio #2.119». IMDb. Consultado em 15 de agosto de 2021 
  9. «"LA Law Temporada 01 Episódio 04: The House of the Rising Flan".». YouTube. Consultado em 18 de outubro de 2019 
  10. Elber, Lynn (18 de outubro de 2019). «"Actor Bill Macy, co-starred on 'Maude,' dies at 97".». Chicago Sun-Times. Associated Press. Consultado em 19 de outubro de 2019 
  11. Barnes, Mike (18 de outubro de 2019). «"Bill Macy, Bea Arthur's Husband on 'Maude,' Dies at 97".». The Hollywood Reporter. Consultado em 18 de dezembro de 2019 

Ligações externas

editar