Abrir menu principal

Bobadela (Loures)

vila e antiga freguesia de Loures, Portugal
Portugal Bobadela 
  Freguesia portuguesa extinta  
Brasão de armas de Bobadela
Brasão de armas
Localização no concelho de Loures
Localização no concelho de Loures
Bobadela está localizado em: Portugal Continental
Bobadela
Localização de Bobadela em Portugal Continental
Coordenadas 38° 49' N 9° 06' O
Concelho primitivo Loures
Concelho (s) atual (is) Loures
Freguesia (s) atual (is) Santa Iria de Azoia, São João da Talha e Bobadela
Fundação 25 de Agosto de 1989
Extinção 2013
Área [1]
- Total 3,57 km²
População (2011) [2]
 - Total 8 839
    • Densidade 2 475,9 hab./km²
Gentílico Bobadelense
Orago Nossa Senhora dos Remédios

Bobadela é uma vila e antiga freguesia portuguesa do concelho de Loures, com 3,57 km² de área e 8 839 habitantes (2011). Densidade demográfica: 2 475,9 hab/km². Desde 2013, faz parte da nova União das Freguesias de Santa Iria de Azoia, São João da Talha e Bobadela.[3]

GeografiaEditar

Localizada na zona oriental do concelho, Bobadela é banhada pelos rios Tejo (a leste) e Trancão (a sul e a oeste), sendo que este último a separa de Unhos (a oeste) e de Sacavém (a sul e sudoeste); a norte e noroeste faz fronteira com São João da Talha, da qual se desmembrou.

Incluía o sítio da Bobadela, e ainda os bairros da Bela Vista, da Cortiça, da Figueira, dos Fojos, da Petrogal, dos Telefones e dos Covões.

PopulaçãoEditar

População da freguesia da Bobadela [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
9 041 8 577 8 839

Criada pela Lei n.º 68/89 [5], de 25 de Agosto, com lugares da freguesia de S.João da Talha

HistóriaEditar

Embora a freguesia da Bobadela seja de criação recente (separou-se em Agosto de 1989 da freguesia de São João da Talha), o topónimo reflecte uma origem antiga: parece provir do árabe budel, que significa «porta franca» (subentenda-se, uma porta de acesso a Lisboa, através da ponte sobre o Trancão), ou mais provavelmente do nome Abu 'Abd Allah (em árabe, «filho do servo de Deus»).

Aqui passou algumas temporadas O rei D. Manuel I, aquando de surtos periódicos de peste negra ocorridos na capital durante o seu reinado, sendo na altura esta terra conhecida pela pureza das suas águas, consideradas medicinais.

A Bobadela conheceu um elevado desenvolvimento económico durante o século XX, a que se associou um grande crescimento demográfico. Isso viria a conduzir à criação da paróquia eclesiástica em 1985, da freguesia civil em 25 de Agosto de 1989[6] e da elevação ao estatuto de vila em 4 de Junho de 1997.[7]

PatrimónioEditar

HeráldicaEditar

A Bobadela usa a seguinte bandeira e brasão de armas:

Um escudo de púrpura, com cabeça de bobo de ouro e uma roda dentada de vermelho, debruada de prata, alinhadas em faixa. Em chefe, coroa mariana de ouro, entre dois ramos de oliveira de prata, frutados de negro. Contra-chefe ondado de prata e azul de cinco peças. Uma coroa mural de prata de quatro torres. Um listel branco, com a legenda de negro, em maiúsculas: «BOBADELA – LOURES». Bandeira esquartelada de amarelo e vermelho; cordões e borlas de ouro e vermelho.

 
Antigo brasão da Bobadela.

Até à sua elevação a vila, a Bobadela usava o seguinte brasão:

Um escudo esquartelado: I de vermelho, cabeça de bobo de ouro; II de negro, com imagem de Nossa Senhora dos Remédios, vestida de vermelho e coroada de prata; III de negro, com oliveira arrancada de prata e folhada de verde; IV de vermelho, com roda dentada de ouro. Em contra-chefe, três faixas ondadas de azul. Uma coroa mural de prata de três torres. Um listel branco, com a legenda de negro, em maiúsculas: «FREGUESIA DE BOBADELA» (ou «BOBADELA - LOURES»). Bandeira esquartelada de amarelo e vermelho; cordões e borlas de ouro e vermelho.

Referências

  1. «Áreas das freguesias, municípios e distritos da CAOP2012». Separador Areas_Freguesias_CAOP2012. Instituto Geográfico Português. 2012. Consultado em 1 de Abril de 2014. Cópia arquivada em 9 de Novembro de 2013 
  2. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_lISBOA". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 28 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  3. «Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (pdf). Diário da República eletrónico. Consultado em 28 de Março de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 6 de Janeiro de 2014 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. Diário da República - https://dre.tretas.org/dre/37004/
  6. «Lei n.º 68/89, de 25 de Agosto» (PDF). Diário da República 
  7. «Lei n.º 57/97, de 12 de Julho» (PDF). Diário da República 

Ligações externasEditar