Abrir menu principal
Brasão de Orlândia
Brasão de Orlândia
Detalhes
Adoção 10 de março de 1967
Escudo Escudo português, cortado, tendo no primeiro campo em azul uma águia transportando uma tocha e no segundo campo em vermelho uma bigorna com uma pira acesa no topo. O escudo é encimado de coroa mural de ouro, de quatro torres.
Suportes Dois ramos de cafeeiro, folhados e frutados ao natural.
Base Listel com o nome da cidade e do estado de São Paulo. Ao centro, um capacete de aço.

O Brasão de Orlândia é o símbolo de Orlândia, município do estado do São Paulo, Brasil.[1]

Índice

DescriçãoEditar

O símbolo é formado por um escudo português cortado, tendo no primeiro campo azul uma águia dourada transportando uma tocha simbolizando a inteligência, o progresso, a cultura, e a chama simbolizando a bravura e fé. No segundo campo vermelho possui uma bigorna com uma pira acesa no topo simbolizando a indústria, as profissões e a humanização no trabalho. Sobre o escudo há uma coroa dourada de três torres visíveis (sendo 4 no total). As laterais são adornadas por ramos de café: a primeira fonte de riqueza da cidade.[1]

O listel possui inscrição com o nome da cidade e do estado de São Paulo. Entre os nomes, ao centro, possui um capacete de aço em dourado, referenciando a Revolução de 1932 e simbolizando a luta, o bandeirismo dos paulistas e os desbravadores do sertão, incluindo o Coronel Francisco Orlando, fundador da cidade.

O uso do brasão foi estabelecido pela lei municipal 570, de 10 de março de 1967.[2]

Características da confecçãoEditar

O brasão de Orlândia possui dois erros comuns na heráldica municipal (também denominada "civil") brasileira, que é a representação incorreta da peça conhecida como "coroa-mural" (a peça de três torres logo acima do escudo).[3]

Os erros estão na cor da coroa-mural, que deveria ser prateada e não dourada (cor reservada somente ao brasão das capitais) e no número de torres à vista, que exibe três torres ao invés de cinco, representando uma aldeia ao invés de um município.[4]

Referências

  1. a b «História». Prefeitura de Orlândia. 1 de outubro de 2002. Consultado em 27 de janeiro de 2017 
  2. «Legislação Municipal (Lei 570 de 1967)» (PDF). Câmara Municipal de Orlândia. Consultado em 27 de janeiro de 2017 
  3. «O ERRADO». Atelier Heráldico. Consultado em 27 de janeiro de 2017 
  4. «O CORRETO». Atelier Heráldico. Consultado em 27 de janeiro de 2017 

Ver tambémEditar