Abrir menu principal

Breno Caldas

jornalista brasileiro
Breno Caldas
Nome completo Breno Alcaraz Caldas
Nascimento 3 de julho de 1910
Porto Alegre
Morte 10 de setembro de 1989 (79 anos)
Porto Alegre
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Parentesco Caldas Júnior (pai)
Cônjuge Ilza Kessler Caldas
Filho(s) Francisco Antônio Caldas, Nilza Kessler Caldas, Dolores Isabel Kessler Caldas, Alice Kessler Caldas
Ocupação Jornalista
Prêmios Prêmio Maria Moors Cabot (1955)

Breno Alcaraz Caldas (Porto Alegre, 3 de julho de 1910 — Porto Alegre, 10 de setembro de 1989) foi um jornalista brasileiro. Assumiu a direção da Companhia Jornalística Caldas Júnior em 18 de dezembro de 1935, nela permanecendo por mais de cinquenta anos, até a sua venda em 1989.

Era filho do fundador Caldas Júnior, que faleceu prematuramente. Com a morte do fundador, a companhia passou por dificuldades econômicas, que só cessaram em 1935, quando Breno Caldas assumiu a empresa.

Teve grande atuação na equinocultura do Rio Grande do Sul, fundando o Haras do Arado, no distrito de Belém Novo, em Porto Alegre. A criação de cavalo puro-sangue inglês de corrida (PSI) tomou grande impulso com a importação do reprodutor Elpenor, vencedor da Ascot Gold Cup de 1954, em cuja descendência encontram-se grandes corredores de pista de areia do turfe brasileiro, como El Asteróide. Também com pedigrees consagrados, importou o francês Estoc, pai do invicto Estensoro e da crack Estupenda e o argentino Profundo ganhador da Polla de potrillos de Palermo, com invejável linhagem materna, além do vencedor do Derby Irlandes, Dark Warrior, excelente avô materno.

Ligações externasEditar


Precedido por
Caldas Júnior
Presidente da
Companhia Jornalística Caldas Júnior

1935 — 1989
Sucedido por
Renato Bastos Ribeiro
  Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.