Brian Banks (jogador de futebol americano)

jogador de futebol americano dos Estados Unidos

Brian Keith Banks (nascido em 24 de julho de 1985)[1] é um ex-linebacker de futebol americano. Banks assinou com o Atlanta Falcons em abril 3, 2013[2] e foi lançado em 30 de agosto de 2013.[3]

Brian Banks em 2013.

Falsa acusação de ataque sexualEditar

No verão de 2002, Banks foi preso e acusado depois da colega de classe Wanetta Gibson acusá-lo falsamente de arrastá-la para uma escadaria da Escola Politécnica e tê-la estuprado. Confrontado com uma sentença podendo variar de 41 anos de prisão à vitalícia, ele aceitou um acordo judicial que incluiu 5 anos na prisão, 5 anos de liberdade condicional, e registrar-se como um agressor sexual. Wanetta Gibson e sua mãe Wanda Rhodes processaram o Distrito Escolar Unificado de Long Beach, alegando que o campus da Politécnica não era um ambiente seguro, e ganhou US$1,5 milhões em acordo final.[4][5]

Em março de 2011, Wanetta contactou Banks no Facebook, encontrou-se com ele, e admitiu que ela tinha inventado a história. Banks secretamente gravou a confissão, porém Wanetta recusou-se a repeti-la para os procuradores, já que não queria devolver o dinheiro que ela e sua respectiva mãe conseguiram no tribunal. No entanto, Banks levou a gravação aos procuradores, e com a ajuda dos advogados do Projeto Inocência da Califórnia, o Condado de Los Angeles derrubou a convicção de Banks em 24 de maio de 2012.[6]

Em 12 de abril de 2013, o Distrito Escolar Unificado de Long Beach anunciou que estava processando Wanetta Gibson por US$2 milhões, em um esforço para recuperar o valor de US$1,5 milhão que Wanetta recebeu, junto com os honorários de advogado e danos punitivos.[7] Em 14 de junho de 2013, o distrito escolar ganhou uma sentença de US$2,6 milhões contra Gibson, que inclui o acordo de US$750.000 inicialmente pago para ela, junto com os honorários advocatícios, juros, e US$1 milhão em danos punitivos.[8]

Banks agora serve como um porta-voz do Projeto Inocência da Califórnia e está trabalhando em um documentário sobre a sua história.[9]

Referências

Ligações externasEditar