Abrir menu principal

Bulaque

distrito do Cairo, no Egito
Bulaque

بولاق
Būlāq

  Distrito do Cairo  
Torres Nile
Torres Nile
Bulaque está localizado em: Egito
Bulaque
Localização de Bulaque no Egito
Coordenadas 30° 3' 11" N 31° 13' 48" E
País  Egito
Cidade Cairo
Província Cairo
População (2006)
 - Total 99 403

Bulaque (também escrito Boulaq, Bulak e Beaulack;em árabe: مصر الجديدة, Būlāq), é um distrito de Cairo, Egito. [1] Ele é vizinho do centro do Cairo, Azbakeya e do rio Nilo.

HistóriaEditar

Bulaque é um denso distrito repleto de oficinas de pequenas indústrias como pequenas gráfica, pequenas metalúrgicas e oficinas mecânicas, que apoiaram os primeiros estágios da construção do Cairo.[2] É povoada por uma classe trabalhadora mista de todas as partes do Egito, que migraram para a cidade durante o século XIX para trabalhar nos projetos de Maomé Ali. [3] Ao norte do distrito está localizada a maior parte das novas industrias da cidade. A história de Bulaque remonta ao domínio mameluco do século XIV, quando o local era o principal porto do Cairo, repleto de vários caravançarais, mesquitas e casas de mercadores perto do porto. [4]

História modernaEditar

O novo Museu Egípcio de Antiguidades foi fundado em 1858 em Bulaque, em um antigo depósito, após a fundação do novo Departamento de Antiguidades, sob a direção de Auguste Mariette. O edifício ficava na margem do rio Nilo e, em 1878, sofreu danos significativos em uma inundação. Em 1892, as coleções foram transferidas para um antigo palácio real, no distrito de Giza, no Cairo. Eles permaneceram lá até 1902, quando foram transferidos, pela última vez, para o atual museu na Praça Tarir. A antiga localização do Museu é indicada pela existência da "Rua Maspero", em homenagem ao segundo chefe do Departamento de Antiguidades.

Após a construção do Corniche (estrada ao lado de um penhasco) ao longo do rio do Nilo, a área de Bulaque deixou de ser um porto; hoje é sede de várias organizações, como o Ministério das Relações Exteriores, o Edifício da Televisão e da Rádio, o Cinema Ali Baba (dilapidado), [5] e o jornal Al-Ahram.

 
Bulaque visto da ilha de Gezira, 1902.

Referências

  1. «Būlāq -- District, Cairo, Egypt». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  2. Ghannam, Farha (2002). Remaking the Modern:. Space, Relocation, and the Politics of Identity in a Global Cairo (em inglês). [S.l.]: University of California Press, pp 73-77. ISBN 9780520936010 
  3. Atiyeh, George Nicholas (1995). The Book in the Islamic World:. The Written Word and Communication in the Middle East (em inglês). [S.l.]: SUNY Press, p. 245. ISBN 9780791424735 
  4. Selim, Gehan (10 de novembro de 2016). Unfinished Places: The Politics of (Re)making Cairo’s Old Quarters (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 9781317506256 
  5. «Cinema Ali Baba». Naoum Shebib. Consultado em 2 de janeiro de 2019