By All Means Necessary

By All Means Necessary é o segundo álbum de estúdio do grupo de hip hop americano Boogie Down Productions, lançado em 31 de maio de 1988[1] pela Jive Records. Após o assassinato em 1987 do produtor e DJ Scott La Rock, o MC KRS-One afastou-se dos temas violentos que dominaram o álbum de estréia do grupo, Criminal Minded, e começou a escrever músicas socialmente conscientes usando o apelido Professor.

By All Means Necessary
Álbum de estúdio de Boogie Down Productions
Lançamento 31 de maio de 1988
Gravação 1987–1988
Gênero(s) Hip hop, Political hip hop
Duração 47:28
Gravadora(s) Jive, RCA Records
Produção KRS-One
Certificação Ouro (RIAA)
Cronologia de Boogie Down Productions
Criminal Minded
(1987)
Ghetto Music: The Blueprint of Hip Hop
(1989)

O álbum, que exibe uma produção minimalista acompanhada de batidas de tambores, aborda questões sociais que incluem corrupção do governo e da polícia, envolvimento do governo no comércio de drogas e violência na cena do hip hop.

A partir de 25 de setembro de 1989, o álbum foi certificado ouro em vendas pela Recording Industry Association of America (RIAA).[2] Tanto a capa do álbum, representando KRS-One, quanto o título do álbum fazem referência a Malcolm X. A arte de capa do álbum é uma referência à foto icônica de Malcolm X que atravessa sua janela enquanto segura um rifle de carabina M1. O título do álbum é uma modificação da famosa frase de Malcolm X "By Any Means Necessary".[3]

FaixasEditar

  • Todas as faixas foram escritas, produzidas e realizadas por KRS-One.
N.º Título Duração
1. "My Philosophy"   5:41
2. "Ya Slippin'"   4:56
3. "Stop the Violence"   4:42
4. "Illegal Business"   5:22
5. "Nervous"   4:13
6. "I'm Still #1"   5:13
7. "Part Time Suckers"   5:32
8. "Jimmy"   4:16
9. "T'Cha-T'Cha"   4:35
10. "Necessary"   2:57
Duração total:
47:28

Referências

  Este artigo sobre hip hop, integrado ao Projeto Hip hop é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.