Abrir menu principal

Convento dos Congregados (Estremoz)


Convento dos Congregados
Convento dos Congregados
Construção começado a construir em 1698
Promotor / construtor D. Pedro II
Aberto ao público Sim
Estilos arquitetónicos Barroco.
Património Nacional
Classificação Logotipo Anta Vilarinho PT.png Imóvel de Interesse Público
(Dec. nº 516/71, DG 274)
Data 22 Novembro 1971
DGPC 74879
SIPA 3948
Estado de conservação Bom
Geografia
País Portugal Portugal

O Convento de Nossa Senhora da Conceição dos Congregados do Oratório de São Filipe Nery de Estremoz, também designado como Convento dos Congregados, situa-se na freguesia de Santo André, no Concelho de Estremoz, Distrito de Évora, Portugal.[1]

Edifício classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público desde 1971[2], encontra-se aberto ao público para visita, de segunda a sexta, das 09:00 às 17:30.[1]

HistóriaEditar

O palácio de D. Constantino de Bragança foi construído no século XVI, tendo sido confiscado pela Coroa em 1640, por D. Nuno Álvares Pereira de Melo, Duque de Cadaval, e posteriormente doado para instalação do Convento dos Congregados[3], o qual começou a ser construído em 1698 por ordem de D. Pedro II. No princípio do século XVIII foram realizados os diversos conjuntos de azulejos. Em 1961 reiniciaram-se as obras e a fachada foi concluída em 1967. Em 1974 foi terminada a abóbada da capela-mor. Finalmente a Câmara Municipal de Estremoz cedeu a igreja à Paróquia de Santo André, que procedeu à sua inauguração em 1995, cerca de trezentos anos após o início das obras.[1][4][5]

Na sequência da extinção das Ordens Religiosas, o convento cedeu as suas instalações à Câmara Municipal e posteriormente à Biblioteca Municipal e ao Museu de Arte Sacra.[2]

GaleriaEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Convento dos Congregados (Estremoz)

Notas

  1. a b c «Convento dos Congregados. Descrição na página oficial do Município de Estremoz». Consultado em 5 de março de 2011 
  2. a b IGESPAR, Ministério da Cultura de Portugal. «Ficha detalhada do Convento dos Congregados». Consultado em 5 de março de 2011 
  3. Site do SIPA - Sistema de Informação para o Património Arquitectónico (Forte de Sacavém). «Convento dos Congregados / Museu de Arte Sacra». Consultado em 5 de março de 2011 
  4. Estremoz Marca, página 22, Estremoz, 2008
  5. MEMDEIROS, José Filipe, Património Religioso de Estremoz, página 73-79, Estremoz, 2001

Referências bibliográficasEditar

  • ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal - vol. IX (Distrito de Évora, Zona Sul, volume I), Lisboa, 1978
  • SIMÕES, J. M. dos Santos, Azulejaria em Portugal no século XVIII, Lisboa, 1979
  • PEREIRA, José FernandesResistências e aceitação do espaço barroco: a arquitectura religiosa e civil", História da Arte, Lisboa, 1986
  • SMITH, Robert C.French Models for Portuguese Tiles", Apollo, Londres, 1973
  • Miscelânia Alentejana", A cidade de Évora, anos XXV-XXVI, n.º 51 e 52
  • GOMES, Paulo VarelaA cultura arquitectónica e artística em Portugal no séc. XVIII, Lisboa, 1988

Ver tambémEditar