Abrir menu principal

As chamadas células serosas nas glândulas salivares humanas também secretam quantidades demonstráveis de polissacarídeos, sendo, portanto, essas células, na realidade, células seromucosas. Ao microscópio óptico, uma célula seromucosa é rapidamente identificada como uma células de forma piramidal com seu ápice voltado para o lúmen central. Seu núcleo é esférico e localizado no terço basal da célula. Seu citoplasma cora-se intensamente pela técnica de coloração da H&E, fornecendo à célula uma característica basofilia na região basal.

Referências

BibliografiaEditar

  • Histologia bucal, Desenvolvimento, Estrutura e função; A. R. Ten Cate; Quinta edição; Guanabara Koogan; 1998.

Ver tambémEditar

  A Wikipédia possui o
Portal da Odontologia