CNT Rio Grande do Sul

emissora de televisão brasileira de Caxias do Sul, RS
(Redirecionado de CNT RS)
CNT Rio Grande do Sul
Televisão Diamante Ltda.
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 31 UHF
Virtual: 31 PSIP
Outros canais 47 UHF (Porto Alegre)
Analógico:
31 UHF (2016-2018)
Digital:
54 UHF (2016-2018)
Rede CNT (TV Universal)
Fundador(es) Flávio Martinez
Pertence a Organizações Martinez
Proprietário(s) Flávio Martinez
Presidente Flávio Martinez
Fundação 22 de agosto de 2016 (3 anos)
Prefixo ZYP 101
Cobertura Caxias do Sul, Porto Alegre e áreas próximas
Coord. do transmissor 29° 10' 10.5" S 51° 10' 48.7" O
Potência 0,1 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial www.cnt.com.br

CNT Rio Grande do Sul é uma emissora de televisão brasileira sediada em Caxias do Sul, cidade do estado do Rio Grande do Sul. Opera no canal 31 UHF digital, e é uma emissora própria da CNT. Seus estúdios estão localizados no Conjunto Comercial Alvorada, no bairro Exposição, e seus transmissores estão no alto do Edifício Guadalupe, no Centro.

HistóriaEditar

Em 13 de junho de 2008, o presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva outorgou para a CNT a concessão do canal 31 UHF de Caxias do Sul.[1] Em 16 de junho de 2010, foi assinado o contrato de concessão,[2] e foi anunciado pelo então diretor Luiz Barcik que em cerca de dois meses, a programação da emissora entraria no ar, e que estavam sendo investidos cerca de R$ 4.000.000 no canal.[3]

No entanto, após a crise em que as Organizações Martinez mergulharam, e o arrendamento de boa parte da grade da CNT, o projeto foi constantemente adiado. Apenas em 2016, a emissora é levada ao ar pela primeira vez ainda em caráter experimental, em 22 de junho, transmitindo também em sinal digital pelo canal 54 UHF. Em 22 de agosto, pouco antes das 22h, a emissora foi oficialmente inaugurada,[4] transmitindo um vídeo institucional e uma edição local do CNT News, sendo exibido logo em seguida o 190, onde Roberto Aciolli deu as boas-vindas a nova emissora.

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
31.1 31 UHF 1080i Programação principal da CNT Rio Grande do Sul / CNT

A emissora iniciou suas transmissões digitais junto com sua inauguração em 22 de agosto de 2016, pelo canal 54 UHF. Em 19 de junho de 2018, por determinação da ANATEL para liberar a faixa de frequência entre os canais 52 e 69 para a tecnologia 4G, a emissora migrou para o canal 31 UHF, o mesmo anteriormente utilizado pelo sinal analógico.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a CNT Rio Grande do Sul, bem como as outras emissoras de Caxias do Sul, cessou suas transmissões pelo canal 31 UHF em 14 de março de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[5]

ProgramaçãoEditar

Além de retransmitir a programação nacional originada pela Rede CNT, a emissora produz e/ou transmite os seguintes programas:

  • CNT Notícias RS (Kelly Pelliser)
  • Jogo do Poder (Oli Paz)

Referências

  1. SILVA, Luiz Inácio Lula da; COSTA, Hélio (16 de junho de 2008). «Decreto/08 de 13 de junho de 2008». Diário Oficial da União. Consultado em 31 de agosto de 2016 
  2. «Extrato de Contrato». Diário Oficial da União. 18 de junho de 2010. Consultado em 31 de agosto de 2016 
  3. Boff, Felipe (30 de junho de 2010). «Rede de televisão CNT deve se instalar em Caxias até o fim do ano». O Caxiense. Consultado em 31 de agosto de 2016. Arquivado do original em 6 de outubro de 2010 
  4. «Rede CNT inaugura emissora em Caxias do Sul». 3 Pátrias. 22 de agosto de 2016. Consultado em 10 de novembro de 2019. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2018 
  5. «Desligamento do sinal analógico vai até 14 de março em 117 cidades do Rio Grande do Sul». G1. 30 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.