Abrir menu principal
CT Santa Catharina
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Data de encomenda 1906
Estaleiro Yarrow Shipbuilders
Batimento de quilha 1908
Lançamento 27 de outubro de 1909
Comissionamento 1910
Descomissionamento 28 de julho de 1944
Comandante(s) Salustiano Roberto de Lemos
Arnaldo Siqueira Pinto da Luz
Benjamim Goulart
Luiz Filipe Pinto da Luz
Características gerais
Tipo de navio Contratorpedeiro
Classe Pará
Deslocamento 560 t (padrão)
640 t (carregado)
Comprimento 73,15 m
Boca 7,08 m
Calado 2,22 m (leve)
2,42 m (carregado)
Propulsão 2 caldeiras Yarrow a vapor
2 motores de tripla-expansão
Velocidade 28 nós (máxima)
Autonomia 1.600 milhas a 15 nós
Armamento 2 canhões de 102 mm
4 canhões de 47 mm
2 tubos de torpedos simples de 457 mm
Tripulação 104

O CT Santa Catharina (CT-9) é um contratorpedeiro da Classe Pará (1909), da Marinha do Brasil.

Foi encomendado em 1906, fazendo parte do Plano Naval daquela época que modernizou a Armada do Brasil. O navio fez parte da Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG), que tinha como missão o patrulhamento do Oceano Atlântico, com foco no combate aos submarinos alemães (U-boats) durante a Primeira Guerra Mundial.[1]

Origem do nomeEditar

O nome do navio é uma homenagem ao estado brasileiro do Santa Catharina conforme grafia da época.

Navios da Marinha do Brasil com este nome:

Referências

  1. «Divisão Naval em Operações de Guerra». Informações sobre.com. Consultado em 17 de maio de 2010 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar