Abrir menu principal



Cabo Corso
Costa do Ouro Sueca

Colónia Sueca

1649 – 1658 Blank.png
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Svenska Guldkusten
Mapa da Costa do Ouro em 1725.
Continente África
Capital Carlosburgo
Governo Colónia
Período histórico Imperialismo
 • 1649 Fundação
 • 1658 Dissolução

O Cabo Corso - também conhecido como Costa do Ouro Sueca (em sueco: Svenska Guldkusten - foi uma pequena colónia sueca, no século XVII, entre 1649 e 1658, na costa ocidental da África, na atual Gana.[1] Uma feitoria, com o nome Cabo Corso, foi fundada pelos portugueses no século XV. [2]

Mais tarde, em 1649, por iniciativa da Companhia Sueca da África (Svenska Afrikanska kompaniet), foi enviada uma expedição sob o comando de Henrik Carloff à Costa do Ouro, com a finalidade de aí instaurar uma feitoria para negociar com escravos, ouro e marfim. Os suecos compraram terreno ao rei Futa, e fizeram construir uma pequena fortaleza – Carlosburgo – e duas pequenas fortificações, além de duas feitorias em Gemoré e Acra.

Todavia, em 1656, foi nomeado um novo governador - Johan Filip von Krusenstierna - para comandar a colónia. Isso enfureceu Henrik Carloff, que abandonou Cabo Corso, para voltar em 1658 no comando de um navio corsário dinamarquês. Após conquistar a fortaleza de Carlosburgo, a bandeira dinamarquesa foi içada, e Cabo Corso passou a ser colónia da Dinamarca.

Com este e outros incidentes como pretexto, o rei sueco Carlos X Gustavo, declarou guerra à Dinamarca em 1658. Com a vitória sueca e o Tratado de Rosquilda, em 1660, a Suécia voltou a tentar tomar posse da colónia. Porém, esta tinha entretanto sido vendida aos holandeses, que não queriam sair de lá. O conflito continuou, até ser acordada a transferência de Cabo Corso para a esfera holandesa. Em 1664, Cabo Corso foi conquistada pelos ingleses, que lhe deram o nome Cape Coast.[3][4][5]

Referências

  1. «Cabo corso» (em sueco). Nationalencyklopedin - Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 12 de março de 2016 
  2. Hadenius, Stig; Torbjörn Nilsson, Gunnar Åselius (1996). «Cabo Corso». Sveriges historia (História da Suécia). Vad varje svensk bör veta (O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. p. 144. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  3. «Svenska kolonin Cabo Corso i Västafrika 1649 - 1663» (em sueco). Hans Högmans Släktforskning. Consultado em 12 de março de 2016 
  4. «Kolonin Cabo Corso 1649-1658» (em sueco). Historiesajten. Consultado em 12 de março de 2016 
  5. «Cape Coast» (em sueco). Nationalencyklopedin - Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 12 de março de 2016 

Ver tambémEditar