Calvêncio Viator

Marco Calvêncio Viator (em latim: Marcus Calventius Viator) foi um soldado e comandante da guarda montada do imperador romano Adriano, os "equites singulares Augusti", no início do século II. Viator serviu como centurião na IV Flavia Felix e um oficial-treinador ("exercitator") da cavalaria de Caio Avídio Nigrino ("equites singulares"). Ele deixou uma dedicação na base legionária no norte da Dácia, em Ápulo, em algum momento entre 110 e 118[1]. Em 118, Nigrino foi envolvido numa conspiração com Lúsio Quieto contra Adriano e se especulou que Viator pode ter sido o responsável por ter implicado Nigrino, pois foi promovido logo depois por Adriano[2]

Viator foi promovido e passou a cuidar dos guardas montados do imperador em algum momento antes de 128, como se atesta em Zerai, na África.

Referências

  1. Anthony Birley, Hadrian the Restless Emperor, p. 86 (em inglês)
  2. Birley, p. 89