Abrir menu principal

Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21

torneio de voleibol somente para jogadores abaixo de 21 anos
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Sede variável
Organizador FIVB
Edições
Primeira edição Brasil Rio de Janeiro 1977
Edição atual Bahrein Manama 2019
Campeões
Primeiro campeão Bandeira da União Soviética União Soviética
Atual campeão Bandeira do Irã Irã (1º título)
Maior campeão Bandeira da Rússia Rússia (10 títulos)
Página oficial da competição

Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21 é um torneio de voleibol somente para jogadores abaixo de 21 anos. Foi criado em 1977 e sua primeira edição foi realizada na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. A União Soviética foi a primeira campeã e a Rússia é herdeira de todos os seus feitos, sendo a maior campeã da competição com dez títulos.

HistóriaEditar

A União Soviética foi a primeira campeã desta competição, após ter enfrentado a China na decisão. A Rússia, sendo a herdeira natural de todos os feitos da ex-URSS, é a maior campeã desta categoria (dez títulos ao todo, quatro destes ainda como URSS). O Brasil desponta como o segundo maior vencedor desta competição com quatro conquistas. Na sequência do seleto grupo de campeões aparece a Polônia com três títulos, e por fim, Bulgária e Coreia do Sul, cada uma com um título conquistado.

ResultadosEditar

CAMPEONATO MUNDIAL DE VOLEIBOL MASCULINO SUB-21[1][2]
Ano Sede Final Decisão do 3º lugar Equipes
Ouro Placar Prata Bronze Placar 4º lugar
1977
Detalhes
 
Rio de Janeiro
 
União Soviética
3 – 0  
China
 
Brasil
3 – 0  
México
16
1981
Detalhes
 
Colorado Springs
 
União Soviética
3 – 0  
Brasil
 
Coreia do Sul
3 – 1  
China
16
1985
Detalhes
 
Milão
 
União Soviética
3 – 1  
Itália
 
Cuba
3 – 0  
Coreia do Sul
16
1987
Detalhes
 
Bahrein
 
Coreia do Sul
3 – 2  
Cuba
 
União Soviética
3 – 1  
Alemanha Ocidental
16
1989
Detalhes
 
Atenas
 
União Soviética
3 – 1  
Japão
 
Brasil
3 – 0  
Bulgária
16
1991
Detalhes
 
Cairo
 
Bulgária
3 – 0  
Itália
 
União Soviética
3 – 0  
Brasil
16
1993
Detalhes
 
Rosário
 
Brasil
3 – 1  
Itália
 
Checoslováquia
3 – 2  
Argentina
16
1995
Detalhes
 
Johor Bahru
 
Rússia
3 – 2  
Brasil
 
Itália
3 – 1  
Finlândia
15
1997
Detalhes
 
Manama
 
Polônia
3 – 1  
Brasil
 
Rússia
3 – 1  
Venezuela
16
1999
Detalhes
 
Ubon Ratchathani
 
Rússia
3 – 1  
França
 
Brasil
3 – 0  
Venezuela
16
2001
Detalhes
 
Wrocław
 
Brasil
3 – 0  
Rússia
 
Venezuela
3 – 0  
Itália
16
2003
Detalhes
 
Teerã
 
Polônia
3 – 2  
Brasil
 
Bulgária
3 – 0  
Coreia do Sul
16
2005
Detalhes
 
Vishakhapatnam
 
Rússia
3 – 0  
Brasil
 
Cuba
3 – 0  
Países Baixos
12
2007
Detalhes
 
Casablanca - Rabat
 
Brasil
3 – 0  
Rússia
 
Irã
3 – 1  
Itália
12
2009[3]
Detalhes
 
Pune
 
Brasil
3 – 2  
Cuba
 
Argentina
3 – 0  
Índia
16
2011
Detalhes
 
Rio de Janeiro - Niterói
 
Rússia
3 – 2  
Argentina
 
Sérvia
3 – 1  
Estados Unidos
16
2013
Detalhes
 
Âncara - Esmirna
 
Rússia
3 – 0  
Brasil
 
Itália
3 – 1  
França
20
2015
Detalhes
 
Mexicali - Tijuana
 
Rússia
3 – 2  
Argentina
 
China
3 – 1  
Brasil
16
2017
Detalhes
 
Brno - České Budějovice
 
Polônia
3 – 0  
Cuba
 
Rússia
3 – 0  
Brasil
16
2019
Detalhes
 
Manama
 
Irã
3 – 2  
Itália
 
Brasil
3 – 0  
Rússia
16

Quadro de medalhasEditar

 Ordem  País       Total
1   Rússia[nota 1] 10 2 4 16
2   Brasil 4 6 4 14
3   Polônia 3 0 0 3
4   Bulgária 1 0 1 2
  Coreia do Sul 1 0 1 2
  Irã 1 0 1 2
7   Cuba 0 3 2 5
8   Itália 0 4 2 6
9   Argentina 0 2 1 3
10   China 0 1 1 2
11   França 0 1 0 1
  Japão 0 1 0 1
13   República Checa[nota 2] 0 0 1 1
  Sérvia 0 0 1 1
  Venezuela 0 0 1 1

Ver tambémEditar

Notas

  1. A FIVB considera a Rússia como herdeira dos históricos de União Soviética e CEI.[4]
  2. A FIVB considera a República Tcheca como herdeira do histórico da Tchecoslováquia.[5]

Referências

  1. «Honours». FIVB (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  2. «Final Standing». FIVB (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  3. «Mundial Juvenil: Maurício é eleito MVP e Renan tem o melhor bloqueio». Vôlei na Rede. 9 de agosto de 2009. Consultado em 9 de julho de 2017. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 
  4. «Team profile». FIVB (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 5 de maio de 2015 
  5. «Team profile». FIVB (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 5 de maio de 2015 

Ligações externasEditar