Abrir menu principal

Campeonato Paulista de Futebol de 1963

Campeonato Paulista de Futebol de 1963
Campeonato Paulista da Divisão Especial de 1963
Dados
Participantes 16
Organização FPF
Campeão Palmeiras (14º título)
Vice-campeão São Paulo
Melhor marcador Pelé
◄◄ São Paulo 1962 Soccerball.svg 1964 São Paulo ►►

O Campeonato Paulista de Futebol de 1963 teve o Palmeiras como campeão, e Pelé do Santos como artilheiro, com 22 gols.

O Palmeiras de Ademir da Guia, Dudu, Djalma Santos, Djalma Dias, Julinho Botelho e Servílio, soube se aproveitar de vacilos sucessivos do Santos e de uma contusão que afastou Pelé de metade do segundo turno do Paulistão para faturar, com folga, o caneco, seis pontos à frente do São Paulo, vice-campeão, e 14 pontos à frente do Santos.

Índice

Jogos do CampeãoEditar

Primeiro turnoEditar

  • 14/07 - Palmeiras 5 x 0 Jabaquara[1]
  • 18/07 - Palmeiras 2 x 1 Prudentina
  • 21/07 - São Bento 2 x 2 Palmeiras
  • 24/07 - Palmeiras 3 x 1 Ferroviária
  • 04/08 - Noroeste 1 x 2 Palmeiras
  • 07/08 - Palmeiras 1 x 1 Santos
  • 11/08 - Palmeiras 3 x 2 Juventus
  • 15/08 - Esportiva 0 x 0 Palmeiras
  • 21/08 - Palmeiras 1 x 0 Botafogo
  • 25/08 - Comercial 1 x 1 Palmeiras
  • 03/09 - Palmeiras 0 x 3 Portuguesa
  • 08/09 - Palmeiras 4 x 2 XV de Piracicaba
  • 15/09 - Corinthians 0 x 2 Palmeiras
  • 22/09 - Guarani 0 x 2 Palmeiras
  • 26/09 - Palmeiras 1 x 3 São Paulo

Segundo turnoEditar

  • 29/09 - Palmeiras 5 x 1 São Bento
  • 02/10 - Juventus 1 x 1 Palmeiras
  • 06/10 - Jabaquara 0 x 1 Palmeiras
  • 09/10 - Palmeiras 0 x 0 Comercial
  • 13/10 - Portuguesa 1 x 5 Palmeiras
  • 19/10 - Ferroviária 3 x 4 Palmeiras
  • 30/10 - Palmeiras 1 x 0 Guarani
  • 03/11 - Botafogo 1 x 4 Palmeiras
  • 07/11 - Palmeiras 2 x 1 Esportiva
  • 14/11 - XV de Piracicaba 1 x 3 Palmeiras
  • 20/11 - Santos 0 x 1 Palmeiras
  • 24/11 - Prudentina 0 x 2 Palmeiras
  • 04/12 - Palmeiras 5 x 2 Corinthians
  • 11/12 - Palmeiras 3 x 0 Noroeste
  • 17/12 - São Paulo 0 x 1 Palmeiras

Jogo do títuloEditar

Palmeiras 3 x 0 Noroeste

Pacaembu (11/12/1963)

Renda: Cr$ 13.073.100,00

Público: 37.023 pagantes

Palmeiras: Picasso; Djalma Santos, Djalma Dias e Vicente; Zequinha e Valdemar; Julinho Botelho, Vavá, Servílio, Ademir da Guia e Gildo. Técnico: Sílvio Pirilo.

Noroeste: Evaristo; Aracito, Virgílio e Gualberto; Romualdo e Gildésio; Daniel, Araras, Zé Carlos, Lourival e Aílton. Técnico: Balbino Simões.

Gols: Servílio, aos 14 min e 44 min, e Julinho, aos 17 min do segundo tempo.

Árbitro: Anacleto Pietrobon

PremiaçãoEditar

Campeão Paulista de 1963
 
PALMEIRAS
(14.º título)

Classificação final[2]Editar

Classificação - Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 Palmeiras 50 30 22 6 2 67 28 39
2 São Paulo 44 30 18 8 4 56 26 30
3 Santos 36 30 14 8 8 69 52 17
4 São Bento 32 30 13 6 11 49 48 1
5 Juventus 31 30 11 9 10 45 36 9
6 Ferroviária 30 30 12 6 12 55 47 8
7 Guarani 30 30 13 4 13 48 48 0
8 Comercial 30 30 12 6 12 45 50 -5
9 Corinthians 29 30 10 9 11 50 47 3
10 Botafogo 29 30 12 5 13 51 54 -3
11 XV de Piracicaba 29 30 12 5 13 43 47 -4
12 Portuguesa 27 30 8 11 11 36 43 -7
13 Noroeste 26 30 10 6 14 39 53 -14
14 Esportiva 23 30 7 9 14 36 56 -20
15 Prudentina 19 30 6 7 17 35 52 -17
16 Jabaquara 15 30 6 3 21 41 78 -37
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Ver tambémEditar

Referências

  1. [1]
  2. «Campeonato Paulista». www.rsssfbrasil.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. 
  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.