Abrir menu principal
Canasta
Canasta dentro de suporte próprio
Sobre
Local de origem Uruguai
Designer Segundo Santos e Alberto Serrato
Lançamento 1939
Habilidades requeridas tática
estratégia
Idade 12 anos
Tipo Sequências e trincas (Mexe-mexe)
Nº de jogadores 2, 3, 4
N° de cartas 108
Baralho Baralho Francês
Sentido de jogo Horário
Ranking das cartas 3-vermelho Joker 2 A K Q J 10 9 8 7 6 5 4 3-preto
Preparação menos de 2 minutos
Tempo de jogo 60 minutos
Chance de vencer Médio
Jogo(s) relacionado(s)
Buraco (jogo de cartas) Biriba (jogo de cartas)


A canasta ("cesto" em espanhol), que no Brasil é também chamada de canastra ou tranca, é um jogo de cartas da família de jogos do mexe-mexe, que se acredita ser uma variação do 500 Rum.[1][2][3][4][5] Apesar de existirem muitas variações pra dois, três, cinco ou seis jogadores, é mais comum ser jogada por quatro jogadores organizados em duas duplas, com dois baralhos padrão de cartas. Os jogadores tentam fazer as sequências de sete cartas do mesmo naipe e "bater", jogando todas as cartas que tem na mão. É o único jogo de parcerias da família de jogos mexe-mexe que alcançou o status de clássico.

O jogo de Canasta foi criado por Segundo Santos e Alberto Serrato em Montevidéu, Uruguai, em 1939.[6] Nos anos 1940 o jogo espalhou-se na forma de milhares de variações para o Chile, Peru, Brasil e Argentina,[7] onde suas regras foram refinadas[8] antes de ser introduzidos nos Estados Unidos em 1949 por Josefina Artayeta de Vel (Nova Iorque), onde ele era chamado de Argentine Rummy por Ittilie H. Reilly em 1949 e Michael Scully da Coronet magazine em 1953.[9] Em 1949/1951 o Regency Club[10] de Nova Iorque escreveu as Official Canasta Laws ("Leis Oficiais de Canasta"), que foram publicadas junto com especialistas do jogo da América do Sul pela National Canasta Laws Commissions dos EUA e Argentina.[11] O jogo rapidamente se tornou um sucesso nos anos 1950[12] gerando uma avalanche de vendas de baralhos, suportes de baralhos e livros sobre o assunto.[13]


Referências

  1. Carlisle, Rodney P. (2009). Encyclopedia of Play in Today's Society, Volume 1, p.615. SAGE. ISBN 9781412966702. "Canasta developed from 500 Rum."
  2. Morehead, Albert Hodges and Hoyle, Edmond; eds. (1991). The New Complete Hoyle, Revised: The Authoritative Guide to the Official Rules of All Popular Games of Skill and Chance, p.70. Doubleday. ISBN 9780385249621. "This [500 Rummy] is also called Pinochle Rummy, and its family includes the popular games of Canasta, Samba, Persian Rummy, Michigan Rum, and Oklahoma."
  3. Spadaccini, Stephanie (2005). The Big Book of Rules, unpaginated. Penguin. ISBN 9781440626883. "500 Rum: A direct descendant of basic rummy, and an ancestor of Canasta."
  4. Root, William S. (2016). Fun With Games of Rummy, unpaginated. Read. ISBN 9781473356696. "500 Rum: From this popular form of Rummy have developed the new games of Canasta and Oklahoma; also Persian Rummy."
  5. Morehead, Albert H.; Mott-Smith, Geoffrey; and Morehead, Philip D. (2001). Hoyle's Rules of Games, unpaginated. Penguin. ISBN 9781101100233. "Canasta is the culmination of many minor features tacked onto Five Hundred Rum." One direction of conquain variations, "emphasize melding, leading to Five Hundred Rum, Canasta, Samba, etc."
  6. American Heritage Dictionary Spanish Word Histories and Mysteries: English Words That Come from Spanish, Houghton Mifflin Harcourt (2007), ISBN 0-618-91054-9
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome American Heritage Dictionary2
  8. John Scarne, Scarne on Card Games, pg. 127, Dover Publications (2004), ISBN 0-486-43603-9
  9. John Griswold, Ian Fleming's James Bond: Annotations And Chronologies for Ian Fleming's Bond Stories, pg. 228, AuthorHouse (2006), ISBN 1-4259-3100-6
  10. Website Regency Whist Club
  11. Official Canasta Laws, adopted by the Regency Club and the National Canasta Laws Commission as the official Canasta Laws. The John C. Winston Company Philadelphia. Toronto 1951 (third printing)
  12. Nikki Katz, The Everything Card Games Book, pg. 52, Adams Media (2004), ISBN 1-59337-130-6
  13. LIFE Magazine, Life, 19 December (1949)
Veja também

Ligações externas

  Este artigo sobre Jogos de cartas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.