Canelas (Estarreja)

localidade e antiga freguesia de Estarreja, Portugal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Canelas.

Canelas é uma localidade portuguesa do concelho de Estarreja, com 10,67 km² de área e 1 438 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 134,8 hab/km².

Portugal Canelas 
  Freguesia portuguesa extinta  
Localização
Canelas00.PNG
Canelas está localizado em: Portugal Continental
Canelas
Localização de Canelas em Portugal Continental
Mapa de Canelas
Coordenadas 40° 44' 53" N 8° 36' 39" O
município primitivo Estarreja
município (s) atual (is) Estarreja
Freguesia (s) atual (is) Canelas e Fermelã
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total 10,67 km²
População total (2011) 1 438 hab.
Densidade 134,8 hab./km²
Outras informações
Orago São Tomé

Pertenceu ao extinto concelho de Angeja e, a partir da extinção deste em 31 de Dezembro de 1853, passou a pertencer ao município de Estarreja.[1]

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Fermelã, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Canelas e Fermelã da qual é a sede.[2]

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Canelas (1864 – 2011) [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1.409 1.564 1.528 1.571 1.609 1.614 1.617 1.603 1.547 1.412 1.302 1.499 1.498 1.486 1.438

PatrimónioEditar

  • Igreja Paroquial de São Tomé, que foi inteiramente reformada no séc. XIX, mas com aproveitamento do antigo, apresenta hoje um carácter comum, de vaga inspiração nos modelos finais do século precedente.
  • Capela de Santo António (Canelas) que é um edifício do século passado que substitui um bastante modesto e inaugurada em 1898.
  • Capela do Calvário (Canelas) que é um edifício de feição setecentista. A capela é de construção simples do séc. XV.
  • Quinta da Fonte, que é constituída por uma casa setecentista com capela tendo sido restaurada em 1985. Esta casa brasonada foi propriedade da família Figueiredo e Carvalho, tendo recebido as armas que ostenta em cima da porta principal, o canelense António José de Figueiredo e Carvalho, Capitão de Ordenanças e Monteiro-Mor na Vila de Pinheiro da Bemposta.
  • Capela da Senhora da Saúde
  • Várias casas nobres, nomeadamente a do Calvário, da Senhora das Dores e do Espinhal
  • Esteiro de Canelas
  • Núcleo de moinhos de água

Canelenses ilustresEditar

  • Foi em Canelas onde nasceu Francisco Joaquim Bingre no dia 9 de Junho de 1763, filho de pai português e de mãe austríaca. Foi uma das personalidades nascidas em Canelas de maior destaque e relevância na cultura portuguesa. Dentro da sua obra destaca-se a produção de inúmeras obras que incluem 1400 Sonetos, Odes, Epistolas, Edílios, Cançonetas, Epígrafes, Sátiras, Madrigais, Farsas, Canções, Elegias, Poemetos e Fábulas.
  • Engenheiro André Rego (1920-1993)
  • Manuel de Andrade, professor catedrático de Direito na Universidade de Coimbra, jurista e político (11 de Novembro de 1899 - 19 de outubro de 1958).
  • Pedro Sá de Almeida, Advogado (1972-)

Referências

  1. «Paróquia de Canelas». Arquivo Distrital de Aveiro. Consultado em 30 de Novembro de 2013 
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  3. [Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes ]
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.