Abrir menu principal

Wikipédia β

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Caracu (desambiguação).
Caracu no pasto

Caracu[1] é uma raça bovina desenvolvida no Brasil colonial, com pelos lisos e avermelhados, sendo que a maioria apresenta a cor amarela ou baia, podendo chegar ao vermelho tijolo mas, também existe aqueles quase brancos, como na raça Charolesa.

Índice

Origem da raçaEditar

Raça Taurina descendente de raças portuguesas do tipo aquitânico ou turdetano, representadas pela Alentejana[2] (ou Transtagana), Galega[3][4] (ou Minhota) e Mirandesa.
Podemos também citar o Limousin da França que foi importado para melhorar o caracu. É certo que não foram somente estas raças que participaram da formação, outras raças de gado do tronco ibérico podem ter contribuído, sendo possível que até o Holandês (Frísio) e gado africano tenham participado.
A Raça Ramo Grande foi formada a partir das mesmas raças portuguesas que entraram na formação do caracu e também pode ter contribuído.

Caracu MochoEditar

Na década de 1990, foi aprovado um Herd Book especial para o Caracu Mocho, obtido por meio de infusão de sangue com o gado Mocho Nacional, também de origem aquitânica e ainda preservado no Brasil. O Mocho Nacional foi consolidado, no inicio do século, por infusão de sangue Caracu sobre o gado mocho goiano, este de origem desconhecida[5].

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outras mídias sobre Caracu
  Este artigo sobre bovinos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.