Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Carlos Dengler
Carlos tocando pelo Interpol
Informação geral
Nome completo Carlos Andres Dengler
Também conhecido(a) como D
Nascimento 23 de abril de 1974 (45 anos)
Origem Nova York, EUA
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
Indie Rock
Instrumento(s) Baixo
Teclado
Guitarra
Vocais
Período em atividade 1998 - 2010
Gravadora(s) Matador, Capitol, Parlophone
Afiliação(ões) Interpol
Página oficial [1]

Carlos Andres Dengler (nascido em 23 de abril de 1974), anteriormente conhecido como Carlos D, é um músico norte-americano mais conhecido como o ex-baixista da banda de post-punk e indie rock Interpol Carlos possui dupla nacionalidade uma alemã e outra colombiana. Carlos é formado em Filosofia pela Universidade de Nova Iorque. Ele mora no Brooklyn, em Nova Iorque.[1]

Índice

Início da VidaEditar

Nascido em Queens, Nova York sua mãe é descendente de colombianos, nascida na Califórnia e seu pai é descendente de alemão, nascido em Queens. Ele e sua família viveram em Queens até sua adolescência, depois eles se mudaram para New Jersey. Em declarações à revista Spin em 2005, Dengler descreveu este movimento e o período subsequente.

InterpolEditar

Enquanto frequentava a Universidade de Nova York (NYU), em 1998, ele foi abordado pelo guitarrista Daniel Kessler depois de uma aula que os dois tinham se inscrito. Kessler estava à procura de músicos para tocar e assumiu Dengler, baseado nas roupas que ele usava, um estilo que Kessler descreveu como "semelhante à maneira como ele está vestido agora". Ele estava estudando filosofia e história na época e queria seguir uma carreira como um acadêmico, mas concordou em tocar com a banda, em seguida, informe, eventualmente, encontrar seu lugar dentro do grupo. Umas de suas maiores influências são: Peter Hook Joy Division/New Order, Simon Gallup do The Cure e John Taylor do Duran Duran.

Além de guitarra e baixo, Dengler tocava teclado no estúdio. Até que a banda começou a contratar músicos de apoio para a turnê do seu primeiro álbum, Turn on the Bright Lights, tocou ambos os instrumentos durante performances ao vivo.

Em 2010 Dengler anunciou sua saída da banda Interpol.[2]Três meses após Dengler deixar Interpol, a banda revelou que ele realmente não gostava de tocar baixo. O baterista Sam Fogarino afirmou que Dengler havia adoecido do instrumento e cansado de turnês.[3]

Para o seu lugar entrou David Pajo de 2010-2011.[4] Brad Truax se tornou o baixista ao vivo para a banda em 2011.

Outros ProjetosEditar

Datado de seus dias na NYU, Dengler tem um clube de DJ qualificado. Ele parou por um tempo curto, mas pegou-o novamente quando a fama de Interpol aumentou. Ele começou a puxar multidões maiores, tanto a banda de pós-festas e shows separados em várias cidades. Ele foi o primeiro rock star a aparecer na capa da revista de eletrônica e hip-hop "URB Magazine", em 2005. O artigo focado em sua história e talento como DJ, seus pensamentos sobre várias cenas, estilo pessoal e seu papel como o "Cara da banda''.

No tempo entre Antics (2004) e Our Love to Admire (2007), Dengler assumiu um interesse em composição de filmes e de pontuação. Ele agora trabalha ativamente em projetos de cinema e televisão originais. Seu trabalho neste meio inclui o curta-metragem Golgotha, que ele escreveu, produziu e marcou, assim como My Friends Told Me About You, em que ele era o ator principal.

Dengler remixou músicas para lançamentos de B-side, incluindo da banda VHS or Bta Night on Fire, Nine Inch Nails de "Every Day is Exactly the Same" e ao lado de Sam Fogarino para a música de "Public Pervert" do próprio Interpol. Ele também contribuiu com "Katya and Josh Ain't Havin' It" para o Vhe HBO Voyeur Project.

Referências


  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.