Carlos José

Carlos José Ramos dos Santos (São Paulo, 22 de setembro de 1934 - Rio de Janeiro, 9 de maio de 2020), mais conhecido como Carlos José, foi um cantor e seresteiro brasileiro.[1]

Carlos José
Informação geral
Nome completo Carlos José Ramos dos Santos
Nascimento 22 de setembro de 1934
Local de nascimento São Paulo, SP
Brasil
Morte 9 de maio de 2020 (85 anos)
Local de morte Rio de Janeiro, RJ
Gênero(s) seresta
Ocupação(ões) cantor
Outras ocupações advogado, radialista

BiografiaEditar

Paulistano, Carlos José mudou-se para o Rio de Janeiro em 1939. Ingressou na Faculdade de Direito, onde organizou um grupo de teatro e música que revelou, entre outros, Geraldo Vandré e Silvinha Telles.[2]

Estreou profissionalmente em 1957, no programa "Um instante, maestro", de Flávio Cavalcanti. No mesmo ano, gravou seu primeiro disco em 78 rpm que lhe rendeu o título de Cantor Revelação do Ano por cronistas do Rio de Janeiro. Com o sucesso, abandonou a carreira de advogado. Emplacou sucessos nas rádios do país, como "Esmeralda", "Guarânia da saudade" e "Lembrança".[2]

Morreu vítima da COVID-19, no Rio de Janeiro.[3]

Referências

  1. «Carlos José». dicionariompb.com.br. Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  2. a b Ferraro, Manuela (9 de maio de 2020). «Morre Carlos José, cantor romântico de sucesso nos anos 60 e 70». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  3. «Morre o cantor Carlos José, aos 85 anos, vítima da Covid-19». O Globo. 9 de maio de 2020. Consultado em 9 de maio de 2020 

External LinksEditar