Abrir menu principal

Wikipédia β

Carmelo de Santa Teresa (Coimbra)

Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.

O Carmelo de Santa Teresa (ou, simplesmente, Carmelo de Coimbra) é um convento de clausura monástica de Irmãs Carmelitas Descalças situado na Rua de Santa Teresa, na cidade de Coimbra, na Região Centro, em Portugal.

Carmelo de Santa Teresa
(Carmelo de Coimbra)
Estilo dominante Barroco
Arquiteto Frei Pedro da Encarnação
Fim da construção 1744 (século XVIII)
Religião Católica
Diocese Diocese de Coimbra
Bispo Dom Virgílio Antunes
Website coimbra.carmelitas.pt
Geografia
País  Portugal
Cidade Coimbra, Região Centro
Endereço Carmelo de Santa Teresa,
Rua de Santa Teresa, 16,
3000-359 Coimbra – Portugal
Coordenadas 40° 12' 24.3" N 8° 24' 54.0" O

O lugar onde o Carmelo de Santa Teresa foi edificado era, em 1743, um monte deserto denominado Casal do Chante. Desenhado em estilo barroco pelo frade Pedro da Encarnação, padre Carmelita Descalço, o convento foi inaugurado em 1744. Embora as ordens religiosas tenham sido extintas em 1834, com licença especial da rainha D. Maria II de Portugal, o Carmelo de Santa Teresa pôde manter-se até 1910, ano da proclamação da República. Nesse ano as irmãs foram expulsas, ficando o convento ocupado pelos militares. Em 1946, o convento foi de novo entregue às irmãs Carmelitas.[1]

Foi no Carmelo de Santa Teresa que morreu, em 2005, a Irmã Lúcia, uma dos três pastorinhos que afirmaram ter visto Nossa Senhora em Fátima no ano de 1917. Com o intuito de dar a conhecer melhor a vida da Irmã Lúcia o Carmelo de Santa Teresa criou um espaço memorial, situado junto ao convento.[2]

Referências

  1. «História do Carmelo de Santa Teresa». Carmelo de Santa Teresa. Consultado em 13 de março de 2017 
  2. «Morreu a irmã Lúcia». Jornal Público. Consultado em 13 de março de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar