Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

O castelo de Alcalà (hisn al-Qala), também chamado de Castelo de Benissili, situado no atual município de La Vall d'Alcalà, foi residência de Al-Azraq[1] e o centro das revoltas mudéjares que se seguiram à conquista do Reino de Valência por Jaime I de Aragão no século XIII.

A função histórica do castelo era a de vigiar e defender a entrada ao vale desde o interior.

Índice

HistóriaEditar

A fundação do castelo poderia remontar ao século XI[2] sendo usado até o século XVI. A primeira notícia escrita data de 1245 no tratado do Pouet, assinado neste mesmo castelo entre Al-Azraq e o príncipe Afonso de Aragão em nome de Jaime I de Aragão, pelo qual o castelo ficava nas mãos de Al-Azraq. Finalmente, a 1 de junho de 1258, o castelo foi tomado por Jaime I, e cedido a Gil Eiximeni.

Referências

  1. cf. Llibre dels feyts de Jaume I, c 376: "..E en l'altre dia, oïda la missa, anam-nos-en a Alcalà, e no ens hi gosà esperar, e mudà's a Gallinera. E nós anam a Alcalà, car allí tenia son alberg major que en altre llogar…"
  2. cf. o castelo de Alcalà ou de Benissili

BibliografiaEditar

  • SEGURA MARTÍ, J. M. e TORRÓ ABAD, J. (1985): Torres i castells de l'Alcoià-Comtat, Congrés d'Estudis de l'Alcoià-Comtat: Catàleg exposició, Alcoi.
  • RUBIO, F. (1986): Castillo d'Alcalà, Arqueología en Alicante 1976-1986, Alacant, pp. 37–40.
  • RUBIO, F. (1988): Catálogo de yacimientos y materiales altomedievales y musulmanes, L'Ull de Moro.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo de Alcalà