Castor de Apt

Castor de Apt foi um bispo de Apt na antiga província romana da Gália.

São Castor de Apt
Bispo de Apt
Nascimento Século IV em Nîmes, Gália (atualmente na França)
Morte c. 420[1] em Apt, Gália (atualmente na França)
Veneração por Igreja Católica; Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 2 de setembro[1]
Padroeiro Apt
Gloriole.svg Portal dos Santos

BiografiaEditar

Era possivelmente irmão de São Leôncio de Fréjus. Castor era advogado e casara-se com uma rica viúva. Morava em Marselha. Sua esposa, entretanto, permitiu-lhe ingressar na vida religiosa, ela própria entrando para um convento. Castor fundou o monastério de Manauque (Monanque), na Provença. Foi feito, depois, bispo de Apt. Morreu de causas naturais.

São João Cassiano escreveu sua obra De institutis coenobiorum a pedido de Castor.

OragoEditar

Sua festa é em 2 de setembro. Suas relíquias estão preservadas na catedral de Apt, da qual ele é um dos patronos.

Referências

  1. a b Este texto foi extraído da Noveau Larousse Illustré - Grand Dictionnaire universel du XIXe siècle, enciclopédia, ed. 7 vol., Librarie Larousse, Paris, 1866-1877, em domínio público.
  Este artigo sobre a biografia de um(a) santo(a) ou um(a) beato(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.