Ceratza Petritza

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Ceratza da Bulgária.

Ceratza/Ciritza Petritza (em grego: Κυράτζα Πετριτζα; em búlgaro: Кераца Петрица) foi uma nobre búlgara (boiarda), irmã do czar Miguel Sismanes. O filho mais velho dela, João Alexandre ascendeu ao trono búlgaro depois de uma grave crise sucessória no Império Búlgaro.

HistóriaEditar

Ceratza era filha do déspota Sismanes de Vidim com uma filha de nome desconhecido do sebastocrator Pedro com Ana-Teodora, a filha de João Asen II com Irene Comnena de Epiro. Ela era também uma prima distante dos czares Teodoro Esfendóstlabo e Jorge Terter II.

Desde meados do século XIII, a região de Vidim já era efetivamente independente do monarca búlgaro e foi governada sucessivamente por Jacó Esvetoslau (m. 1276), Sismanes (m. entre 1308 e 1313) e pelo futuro Miguel Asen III. Sismanes e seus filhos receberam o elevado título cortesão de déspota do primo Teodoro Esvetoslau e, quando Jorge Terter II morreu jovem e sem filhos em 1323, o irmão de Ceratza Petritza foi eleito imperador da Bulgária pelos boiardos[1].

Ceratza Petritza era católica (em suas cartas a Keratsa, o papa Bento XII, com quem ela se correspondia, a chama de "a duquesa de Karnona"), mas, em algum ponto de sua vida, converteu-se à Ortodoxia e retirou-se para um convento com o nome monástico de Teofana (em búlgaro: Теофана)[2].

FamíliaEditar

Ceratza Petritza casou-se com o déspota Esracimir de Kran e teve cinco filhos:

Árvore genealógicaEditar


Referências

  1. Павлов, Пламен. Търновските царици. В.Т.: ДАР-РХ, 2006.
  2. Павлов, Пламен. Търновските царици. В.Т.: ДАР-РХ, 2006.