Charles Gray

Charles Gray (Bournemouth, 29 de agosto de 1928Londres, 7 de março de 2000) foi um ator britânico. Com uma carreira mais voltada para o cinema e a televisão britânicas, seus trabalhos de maior repercussão foram nos filmes The Rocky Horror Picture Show (1975) e no seriado da televisão britânica Sherlock Holmes (1984–94). [1]

Charles Gray
Nascimento 29 de agosto de 1928
Bournemouth
Morte 7 de março de 2000 (71 anos)
Londres
Cidadania Reino Unido
Alma mater
  • Bournemouth School
Ocupação ator, ator de teatro, ator de cinema, ator de televisão
Obras destacadas 007 - Os Diamantes São Eternos, You Only Live Twice
Causa da morte câncer

Mas Gray foi realmente famoso internacionalmente, especialmente pelos fãs de James Bond, por sua participação em dois filmes da franquia, Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (1967),[1] como o aliado de Bond Dikko Henderson, que morre apunhalado, e 007 Os Diamantes São Eternos (1971) onde viveu o supervilão e inimigo mortal de Bond, Ernst Stavro Blofeld.[2] Isto faz dele um dos dois únicos atores (o outro, o norte-americano Joe Don Baker ) a ter feito papéis de vilões e aliados de Bond em filmes diferentes da série cinematográfica.

Referências

  1. a b «Charles Gray Filmography». The New York Times. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  2. Canby, Vincent. «"Diamonds Are Forever (1971) A Benign Bond:007 Stars in 'Diamonds Are Forever'». The New York Times. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.