Abrir menu principal

Chiang Mai

(Redirecionado de Chiangmai)
Vista da cidade velha de Chiang Mai

Chiang Mai (em língua tailandesa เชียงใหม่, « rosa do norte ») é a sexta maior cidade da Tailândia.[1] É a capital cultural do norte da Tailândia e capital da província de Chiang Mai. Situa-se aproximadamente a 800 km a norte de Bangkok, capital nacional, numa região montanhosa. A cidade é banhada pelo rio Ping, afluente do Chao Phraya.[1]

Ultimamente Chiang Mai tem-se desenvolvido como cidade de negócios, embora lhe falte o brilho cosmopolita de Bangkok. A cidade tem muitas atrações para os milhares de visitantes estrangeiros que a visitam. A força histórica provém-lhe de ter uma importante situação estratégica na rota da seda, sendo hoje um grande centro de artesanato e ourivesaria.

A província de Chiang Mai tem uma população estimada em 1,6 milhões de pessoas, das quais 170.000 na cidade de Chiang Mai (2008). A cidade tem mais de trezentos templos budistas, chamados localmente wats. Tem várias universidades e é servida por aeroporto e ferrovia.[1]

HistóriaEditar

Mangrai fundou Chiang Mai em 1294[2] ou 1296, no local de uma antiga cidade do povo Lawa, chamada Wiang Nopburi. Gordon Young, em seu livro de 1962, The Tribos Hill, menciona que um chefe na Birmânia britânica disse a ele que os wa, um povo estreitamente relacionado com o Lawa, já viveu no vale de Chiang Mai em "cidades consideráveis".[3]

Chiang Mai sucedeu Chiang Rai como a capital de Lan Na. Pha Yu ampliou e fortificou a cidade e construiu Wat Phra Singh em homenagem a seu pai Kham Fu. O governante era conhecido como chao. A cidade estava cercada por um fosso e uma muralha defensiva, uma vez que a dinastia Taungoo, próxima do povo Bamar, era uma ameaça constante, assim como os exércitos do Império Mongol, que apenas décadas antes haviam conquistado a maior parte de Yunnan, na China, e em 1292 invadiram a fronteira com o reino Dai, de Chiang Hung.

Com o declínio de Lan Na, a cidade perdeu importância e foi ocupada pela dinastia Taungoo em 1556.[4] Chiang Mai formalmente se tornou parte do Reino de Thonburi em 1775, através de um acordo com Chao Kavila, depois que o rei de Thonburi, Taksin, ajudou a expulsar Bamar, da dinastia Taungoo. O contra-ataque subsequente dos Taungoo levou ao abandono de Chiang Mai entre 1776 e 1791.[5] Lampang então serviu como a capital do que restava de Lan Na. Chiang Mai então cresceu lentamente em importância cultural, comercial e econômica para seu status atual como capital não oficial do norte da Tailândia, perdendo apenas para Bangkok.[6]

O município moderno data de um distrito sanitário (sukhaphiban), criado em 1915. Foi atualizado para um município (thesaban) em 29 de março de 1935, conforme publicado no Royal Gazette, livro nº 52, seção 80. Primeiro cobrindo apenas 17,5 km² (7 milhas quadradas), a cidade foi ampliada para 40,2 km² (16 milhas quadradas) em 5 de abril de 1983.[7]

GeografiaEditar

ClimaEditar

O clima é tropical.

Gráfico climático para Chiang Mai
JFMAMJJASOND
 
 
7
 
30
14
 
 
5
 
32
15
 
 
13
 
35
18
 
 
50
 
36
22
 
 
158
 
34
23
 
 
132
 
32
24
 
 
160
 
32
24
 
 
236
 
31
23
 
 
228
 
31
23
 
 
122
 
31
22
 
 
52
 
30
19
 
 
20
 
28
15
Temperaturas em °CPrecipitações em mm

InfraestruturaEditar

EducaçãoEditar

Chiang Mai possui várias universidades, incluindo a Universidade de Chiang Mai, a Universidade de Chiang Mai Rajabhat, a Universidade de Tecnologia Rajamangala Lanna, a Universidade de Payap, a Universidade do Extremo Oriente e a Universidade de Maejo, além de inúmeras faculdades técnicas. A Universidade de Chiang Mai foi a primeira universidade governamental estabelecida fora de Bangkok. A Universidade Payap foi a primeira instituição privada na Tailândia a receber o status de universidade.

As escolas primárias e secundárias internacionais para estudantes estrangeiros incluem: Escola Internacional da American Pacific, Escola Internacional de Chiang Mai, Escola cristã alemã de Chiang Mai, Grace International School, Lanna International School, Nakornpayap International School, Escola Internacional Prem Tinsulanonda e a École Française d'Extrême-Orient (EFEO).[8]

Referências

  1. a b c Cummings, Joe (2005). Thailand. USA: Lonely Planet. pp. 276, 290 e 312. ISBN 1-74059-697-8 
  2. Colquhoun, Archibald Ross (1885). Amongst the Shans. Nova Iorque: Scribner & Welford. p. 121. Consultado em 8 de fevereiro de 2018 
  3. http://reninc.org/bookshelf/hilltribes_of_northern.pdf
  4. «History of Chiang Mai – Lonely Planet Travel Information». Lonely Planet. 19 de setembro de 2006. Consultado em 03 de outubro de 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Thailand's World: General Kavila». Thailandsworld.com. 6 de maio de 2012. Consultado em 03 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 15 de junho de 2012  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. Jimmy Carter; Rosalynn Carter (2009). «Thailand Transformation». Habitat for Humanity International. Consultado em 15 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 13 de setembro de 2010  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  7. «Chiang Mai Municipality — History». Chiang Mai City. 2008. Consultado em 04 de abril de 2008. Cópia arquivada em 28 de junho de 2008  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. [https://www.efeo.fr/base.php?code=220 Chiang Mai The Chiang Mai Centre, Thailand]


Panorama da cidade
  Este artigo sobre Geografia da Tailândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chiang Mai