Ciclo Arte Brasileira Contemporânea do Instituto Estadual de Artes Visuais

O Ciclo Arte Brasileira Contemporânea – CABC foi um programa institucional criado pelo Instituto Estadual de Artes Visuais do Rio Grande do Sul.

O projeto consistiu em uma série de exposições individuais de artistas brasileiros contemporâneos, integralmente financiadas pela instituição. Trata-se do único programa com este perfil a ser implantado de maneira sistemática por uma instituição no RS. Anteriormente, programas similares foram os Ciclo Perspectivas Recentes da Escultura Contemporânea Brasileira do INAP - Funarte, que esteve em vigor de 1987 a 1988, e o Ciclo de Instalações do Centro Cultural São Paulo.

O CABC esteve em vigor de 1991 a 1993 e realizou exposições individuais de Carlos Fajardo, Carlos Vergara, Dudi Maia Rosa[1], Jac Leirner, Iole de Freitas, Karin Lambrecht, Marco Gianotti, Nuno Ramos e Vera Chaves Barcellos.

Referências

  1. MARGS : Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - Acontece no Margs >> Exposições. «Museumetria: 20 Anos da Produção de Conhecimento pelo Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul». Consultado em 19 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2012 
  • Catálogo Geral - Edição U1M, ano UM, Instituto Estadual de Artes Visuais, Porto Alegre, RS, 1992.
  • Catálogo Geral - Edição - Edição DO2IS, ano DOIS, Instituto Estadual de Artes Visuais, Porto Alegre, RS, 1993.
  • Catálogo Geral de Exposições, Porto Alegre, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, 1992.
  • Gaudêncio Fidelis, Projeto Ciclo Arte Brasileira Contemporânea, Instituto Estadual de Artes Visuais, Porto Alegre, RS, 1993.
  • Gaudêncio Fidelis, O CABC e o MAC in Projeto Ciclo Arte Brasileira Contemporânea - Dudi Maia Rosa, Instituto Estadual de Artes Visuais, Porto Alegre, RS, 1993.


  Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  A Wikipédia possui o(s) portal(is):
Portal da Arte
  A Wikipédia possui o
Portal do Brasil