Cicadidae é uma família da ordem Hemiptera, subordem Homoptera, que agrupa os insetos conhecidos pelos nomes comuns de cigarra e cega-rega.[1] Existem mais de 1 500 espécies conhecidas deste insetos (sendo que a Carineta fasciculata pode ser considerada como a espécie-tipo brasileira). São notáveis devido à cantoria entoada pelos machos, diferente em cada espécie e que é ouvida no período quente do ano. Os machos destes insetos possuem aparelho estridulatório, situado nos lados do primeiro segmento abdominal, emitindo, cada espécie, um som característico. O som estridente de algumas espécies de cigarraas registam 120 decibéis[2]

Como ler uma infocaixa de taxonomiaCicadoidea
cigarras
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Hemiptera
Subordem: Auchenorrhyncha
Infraordem: Cicadomorpha
Superfamília: Cicadoidea
Famílias
Uma cigarra repousada sobre uma madeira.
Som de cigarras

As cigarras também são reconhecidas pela forma característica e pelo tamanho grande, que varia cerca de 15 milímetros até pouco mais de 65 milímetros de comprimento e atingindo até 10 cm de envergadura. Possuem um bico comprido para se alimentar da seiva de árvores e plantas onde normalmente vivem.

EtimologiaEditar

"Cigarra" originou-se do termo latino cicaro.[3]

CaracterísticasEditar

Existem mais de 1 500 tipos diferentes de cigarra. Já foram detectados exemplares com desde vinte milímetros até 130 milímetros de comprimento. Normalmente, são encontrados em regiões de florestas tropicais.

No compartimento interno da barriga do macho, desenvolvem-se os músculos e os elementos que soltam o som do canto da cigarra, que serve para atrair a fêmea. Além disso, ele também canta quando é atacado ou capturado por inimigos naturais.

Ciclo de vidaEditar

 
Uma cigarra em processo de ecdise.

A cigarra é um inseto de metamorfose incompleta (Hemimetabolismo). OvoNinfa→Inseto adulto

  • Fêmeas põem seus ovos e morrem logo depois. Os ovos eclodem.
  • Os insetos jovens (ou "ninfas") caem no chão e entram na terra.
  • As ninfas vivem na terra por 1 a 17 anos (depende da espécie) se alimentando da seiva de raízes.
  • Depois desse período, elas cavam túneis, sobem nas árvores e sofrem uma metamorfose, a ecdise, se tornando adultas e prontas para o acasalamento.
  • O acasalamento ocorre geralmente durante os meses quentes do ano, o que varia de acordo com a região geográfica.

Fases do ciclo de vidaEditar

 
Sequência de fotos de uma cigarra realizando ecdise em Ohio, nos Estados Unidos.

Após o acasalamento, a fêmea faz cortes na casca de um galho para depositar os seus ovos. Ela pode fazer isso repetidamente, até que ela coloque várias centenas de ovos. Quando os ovos eclodem, as ninfas recém-nascidas caem no chão. A maioria das cigarras passa por um ciclo de vida que dura de dois a cinco anos. Algumas espécies têm ciclos de vida muito mais longo, como o gênero norte-americano, Magicicada, que tem um número distinto de "crias" que passam de 17 anos ou, no Sul dos Estados Unidos, um ciclo de vida de 13 anos. Estes ciclos de vida longos são talvez desenvolvidos como uma resposta a predadores, como a vespa assassina de cigarras e louva-deus.

As cigarras vivem no subsolo como ninfas a maior parte da sua vida, em profundidades que variam de cerca de 30 centímetros até 2,5 metros. A alimentação das ninfas é o suco da raiz, e elas têm fortes patas dianteiras para cavar. No final do estado ninfal, elas constroem um túnel de saída para a superfície e emergem. Então, após um período de aproximadamente duas horas, ocorre o rompimento do tegumento ao longo da linha da ecdise, por onde emerge o inseto adulto mudando[4] (trocando de pele), em uma árvore por perto. Os exoesqueletos permanecem abandonados, agarrados à casca das árvores.

Classificação científicaEditar

Família CicadidaeEditar

Subfamília CicadinaeEditar

Família Platypleurini
Gênero Platypleura
Gênero Suisha
Família Tibicenini
Gênero Tibicen
  • Tibicen auletes
  • Tibicen aurifera
  • Tibicen bihamatus
  • Tibicen bifida
  • Tibicen canicularis
  • Tibicen chiricahua
  • Tibicen chisosensis
  • Tibicen chloromera
  • Tibicen cultriformis
  • Tibicen davisi
  • Tibicen dealbata
  • Tibicen dorsata
  • Tibicen duryi
  • Tibicen figurata
  • Tibicen inauditus
  • Tibicen linnei
  • Tibicen longiopercula
  • Tibicen lyricen
  • Tibicen montezuma
  • Tibicen ochreoptera
  • Tibicen parallela
  • Tibicen pruinosa
  • Tibicen resh
  • Tibicen resonans
  • Tibicen robinsoniana
  • Tibicen similaris
  • Tibicen superba
  • Tibicen texanus
  • Tibicen townsendii
  • Tibicen variegata
  • Tibicen walkeri
Gênero Cryptotympana
Gênero Chremistica
  • Chremistica biloba
  • Chremistica bimaculata
  • Chremistica borneensis
  • Chremistica brooksi
  • Chremistica echinaria
  • Chremistica guamusangensis
  • Chremistica hollowayi
  • Chremistica kecil
  • Chremistica malayensis
  • Chremistica minor
  • Chremistica nesiotes
  • Chremistica niasica
  • Chremistica pontianaka
  • Chremistica sumatrana
  • Chremistica tagalica
  • Chremistica tridentigera
  • Chremistica umbrosa
Família Polyneurini
Gênero Graptopsaltria
Gênero Formotosena
Família Cicadini
Gênero Leptosemia
Gênero Terpnosia
Gênero Euterpnosia
Gênero Tanna
Gênero Pomponia
    • Semia
    • Purana
    • Taiwanosemia
    • Formocicada
Família Oncotympanini
Gênero Oncotympana
Gênero Dundubiini
Gênero Meimuna
Platylomia
  • Platylomia constanti
  • Platylomia maxima
Macrosemia
Família Moganniini
Gênero Nipponosemia
Gênero Mogannia

TibicininaeEditar

Família Cicadettini
Gênero Cicadetta
Família Mudini
Gênero Muda
Huechysini
Scieroptera
Huechys

TettigarctidaeEditar

Gênero Tettigarcta

Gêneros - lista geralEditar

Principais tiposEditar

Terpnosia vacua
Euterpnosia chibensis
Mogannia minuta
Platypleura kaempferi
Tanna japonensis
Meimuna opalifera
Oncotympana maculaticollis
Tibicen japonicus
Graptopsaltria nigrofuscata
Cryptotympana fucialis

No BrasilEditar

Carineta fasciculata Cigarra-do-cafeeiro

Cigarrinha-do-milho (Dalbulus maidis)

Cigarra-carineta (Carineta fasciculata)

Cigarra-do-cafeeiro (Fidicina spp)

Cigarra-do-cafeeiro (Quesada gigas)

Cigarra-fidicina (Ficidina pullata, F. drewseni e F. mannifera)

Cigarra-quesada (Quesada gigas e Quesada sodalis)

Cigarrinha (Oncometopia facialis)

Cigarrinha (Mahanarva fimbriolata)

Cigarrinha (Agallia albidula)

Cigarrinha (Deois flavopicta)

Cigarrinha (Deois incompleta)

Cigarrinha (Zulia entreriana)

Cigarrinha (Acrogonia terminalis)

Cigarrinha-verde (Empoasca kraemeri)

Cigarrinha-da-folha (M. rubicunda identata)

Cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata)

Cigarrinha-das-crucíferas (Aethalion reticulatum)

Cigarrinha-das-folhas (Mahanarva posticata)

Cigarrinha-do-CVC (Dilobopterus costalimai)

Cigarrinhas-das-pastagens (Decis flavopicta)

Cigarrinhas-das-pastagens (Deois schach)

Cigarrinhas-das-pastagens (Tomaspia sp.)

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Cigarra
O Wikispecies tem informações sobre: Cigarra

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 404.
  2. «How Stuff Works – Cigarra». Consultado em 21 de janeiro de 2009. Arquivado do original em 9 de outubro de 2014 
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 404
  4. SOUZA, J. C.; REIS, P. R.; MELLES, C. C. A. Cigarras-do-cafeeiro: histórico, reconhecimento, biologia, prejuízos, e controle. Belo Horizonte: EPAMIG, 1983. 27 p. (Boletim técnico, 5).